Cavaco Silva: dois anos de mandato com saldo de imagem positivo

Os resultados do Barómetro Marktest indicam que, no mês em que se assinalam dois anos sobre a sua eleição como Presidente da República, Cavaco Silva obteve um saldo de imagem positivo.

Grupo Marktest,  24 janeiro 2008

Com um saldo de imagem de 38.5%, Cavaco Silva regista em Janeiro de 2008 um valor positivo, confirmando que os portugueses classificam positivamente a sua actuação enquanto Presidente da República, de acordo com os resultados do Barómetro Marktest.

A evolução deste indicador mostra como o Presidente da República passou de uns tímidos 15.9% em Fevereiro de 2006 (o mês seguinte à sua eleição), vindo a subir significativamente em Maio desse ano para os 21.1% para dois meses depois vir a atingir os 42.3%. De Julho de 2006 a Novembro de 2007 o saldo de imagem de Cavaco manteve-se relativamente estável, oscilando entre os 40 e os 47%. Em Janeiro de 2008 regista-se uma quebra para os 38.5%.

Nos seus primeiros dois anos enquanto Presidente da República, Cavaco Silva foi um líder pouco mediatizado. Neste período, de acordo com a informação do serviço Telenews da MediaMonitor, protagonizou (interveio na primeira pessoa) 1286 notícias nos serviços regulares de informação da RTP1, RTP2, SIC e TVI, que tiveram um pouco menos de 50 horas de duração (49 horas, 59 minutos e 44 segundos).

Recorde-se, por exemplo, que José Sócrates protagonizou, só durante o ano de 2007, mais de 50 horas de informação.

Um terço das notícias que o Presidente da República protagonizou foram emitidas pela RTP1, que passou 427 matérias de 16 horas e 39 minutos de duração. A TVI foi responsável por 28.2% das notícias protagonizadas por Cavaco e por 27.1% da sua duração. A SIC emitiu 19.7% das matérias e 22.4% da sua duração. A RTP2, pelo seu lado, teve um peso significativo (atendendo a que apenas o Jornal 2 integra o painel de programas de informação regulares), responsável por 18.9% das notícias e 17.2% da sua duração.

Analisando o gráfico do saldo de imagem de Cavaco Silva e da sua exposição mediática, vemos como não existe uma correlação forte entre estes dois indicadores.

O saldo de imagem é obtido através do Barómetro Marktest, que é realizado regularmente junto dos residentes no Continente, com 18 e mais anos. Este saldo resulta da diferença entre as opiniões que classificam positivamente a actuação dos ministros e as que a classificam negativamente, ponderada pelo peso das respostas expressas. Veja a Ficha Metodológica do Barómetro Marktest.

A informação relativa à exposição mediática considera apenas os serviços regulares de informação dos canais em análise no período compreendido de 1 de Fevereiro de 2006 e 22 de Janeiro de 2008, segundo a seguinte Nota Metodológica.

Consulte-nos para mais informações sobre este assunto.

Esta análise foi corrigida no dia 28 de Janeiro de 2008.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais