Ser de confiança é aspecto mais valorizado num banco
Ser de confiança é aspecto mais valorizado num banco
placeholder
Segundo os resultados do quadrimestre móvel de Maio de 2011 do estudo Basef Banca da Marktest, os portugueses valorizam o ser de confiança como o aspecto mais importante num banco.
Grupo Marktest
16 agosto 2011

placeholderNum banco, o "ser de confiança" é o aspecto mais importante, referido por 21.7% dos residentes no Continente com 15 e mais anos. O informar com clareza e o atendimento também são aspectos valorizados: são referidos por 21.1% e 20.6%, respectivamente.

Outros aspectos obtêm menores referências, como a solidez (7.8%), as taxas de juros nos empréstimos (6.7%), a eficiência (4.2%) e as taxas de juros nos depósitos (3.3%).

placeholder

Uma análise temporal permite observar algumas alterações significativas entre os aspectos considerados mais importantes num banco. O atendimento, claramente o aspecto mais relevante desde 2002, foi perdendo importância a partir de 2007, deixando de ser a partir de 2009 o aspecto mais importante e ocupando agora a terceira posição. O crescimento de outros canais de contacto com o banco, nomeadamente o homebanking, ajudarão a explicar a menor importância dada a este factor.

Em sentido oposto, o ser de confiança ganhou relevo desde 2008, sendo agora o aspecto mais importante. O informar com clareza tem vindo a aumentar em importância, sendo já a segunda hipótese mais referida com valores muito próximos do primeiro.

A solidez tem vindo ao longo dos anos a ganhar importância, e, desde 2009, é o quarto aspecto mais referido.

Os outros aspectos têm mantido uma tendência de relativa estabilidade ou mesmo uma ligeira quebra desde 2009.

O gráfico permite observar como o ano de 2008 marca uma certa inflexão nas opiniões dos entrevistados neste estudo, seguramente como consequência da instabilidade no mercado financeiro que se vive desde a crise de Setembro de 2008.

placeholder

Esta análise foi realizada com base nos resultados do estudo Basef Banca da Marktest, um estudo regular da Marktest, lançado em 1989 e que tem por objectivo apoiar o marketing dos Bancos, fornecendo informação sobre os comportamentos, atitudes e opiniões dos consumidores efectivos e potenciais dos serviços financeiros destinados aos particulares. Estuda o universo constituído pelos indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos, residentes em Portugal Continental. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais