Taxa de incidência de COVID-19 subiu em 157 concelhos
Taxa de incidência de COVID-19 subiu em 157 concelhos
placeholder
Os dados da DGS indicam que, no conjunto dos 308 concelhos do país, a taxa de incidência da doença subiu em 157 concelhos, tendo baixado em 137 e permanecido inalterada em 14 concelhos do país.
Grupo Marktest
29 dezembro 2020

Uma análise dos Relatórios de Situação COVID-19 da Direção Geral da Saúde mostra que, desde finais de novembro, tem baixado o número de novos casos da doença em Portugal. Mas o número diário de óbitos está a aumentar.

Até este momento (situação até dia 27 de dezembro de 2020), foram registados um total de 396 666 casos confirmados da doença em Portugal. Destes, 321 682 (ou seja, 81.1%), já recuperou, havendo um total de 6677 óbitos, o que equivale a 1.7% do total de infetados. Os casos ativos totalizam 68307.

Na mesma data, existiam 2967 internados nos hospitais do SNS, dos quais 503 em Unidades de Cuidados Intensivos. O número de internados corresponde a 4.3% do número de casos ativos e os que necessitam UCI representam 17.0% daqueles.

Estes indicadores evidenciam que, depois de um forte crescimento no número diário de novas infeções durante o mês de novembro, os primeiros 27 dias de dezembro mostram uma média diária mais baixa de novos casos, que passaram de 5204 para 3563. Pela primeira vez desde julho o número médio diário de recuperados supera, em dezembro, o número médio de novos casos.

A mortalidade tem, contudo, registado um incremento, passando de uma média de 68 óbitos diários em novembro para 78 em dezembro (situação até dia 27).

Quanto ao crescimento da doença nos vários concelhos do país, apenas 9 concelhos não registaram novos casos entre 7 e 20 de dezembro.

Em 137 concelhos observou-se uma melhoria da situação, com a taxa de incidência a baixar face ao período anterior (de 4 a 17 de dezembro). Em 14 concelhos a taxa de incidência manteve-se inalterada e em 157 concelhos aumentou.

Mora foi o concelho onde a taxa de incidência mais aumentou face ao período anterior, tendo passado de 193 para 1794 novos casos por 100 mil habitantes. Em sentido oposto, Lajes do Pico, São Roque do Pico, Nordeste e Vila Nova de Paiva, com casos reportados no anterior Boletim, não constam da última publicação. Em Castro Marim observou-se a maior recuperação, com o concelho a passar de 208 para 32 novos casos por 100 mil habitantes no período.

Entre os concelhos com casos no Boletim, Ponta do Sol, Vila do Porto, Calheta (R.A. Madeira) e Porto Santo são os que registam uma incidência mais baixa, não atingindo os 20 novos casos por 100 mil habitantes.

Em sentido oposto, a maior taxa de incidência observa-se em Penamacor, Mourão, Marvão e Castelo de Vide, com mais de 2 mil novos casos por 100 mil habitantes, e em Vimioso, com mais de 3 mil novos casos por 100 mil habitantes.

Esta análise foi realizada com base na informação divulgada pela Direção Geral da Saúde. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais