COVID-19: Incidência com valor máximo
COVID-19: Incidência com valor máximo
placeholder
Os últimos dados da Direção Geral da Saúde revelam o valor máximo de incidência de COVID-19 no país.
Grupo Marktest
28 dezembro 2021

Segundo os Relatórios de Situação COVID-19 da Direção Geral da Saúde, até 27 de dezembro de 2021, foram registados em Portugal um total de um milhão, 303 mil e 291 casos confirmados da doença. Destes, 1 milhão, 169 mil e 841 (ou seja, 89.8%), já recuperou, havendo um total de 18 909 óbitos, o que equivale a 1.5% do total de infetados. Os casos ativos são agora 114 541.

No dia 27 de dezembro, existiam 936 internados nos hospitais do SNS, dos quais 152 em Unidades de Cuidados Intensivos. O número de internados corresponde a 0.8%

Relativamente ao mês de dezembro de 2020, Portugal tem agora uma maior taxa de incidência (de 1470 novos casos por 100 mil habitantes, no período de 1 a 27 de dezembro, face a 1167 no mês de dezembro de 2020), mas uma menor taxa de letalidade (1.5 nos primeiros 27 dias de dezembro face a 1.7 no mês de dezembro do ano anterior).

A evolução diária da doença no nosso país mostra um novo crescimento muito acentuado nos últimos dias, embora a curva dos internamentos se mantenha bastante abaixo dos valores observados entre outubro de 2020 e início de março de 2021. Em termos diários, os valores de dia 27 de dezembro, com 17 172 novos casos, correspondem ao máximo da incidência desde o início da pandemia, superando os 16 432 novos casos registados há precisamente 11 meses, a 27 de janeiro deste ano. Na mesma data, registaram-se 19 óbitos a 27 de dezembro, enquanto há 11 meses tinham ocorrido 303 óbitos.

Esta análise foi realizada com base na informação divulgada pela Direção Geral da Saúde. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais