Reféns em Moscovo: o acontecimento da semana

A Marktest.com solicitou à Marktest a realização de uma sondagem exclusiva junto de lisboetas e portuenses com o objectivo de conhecer as suas opiniões sobre o que aconteceu de mais positivo e de mais negativo nos últimos sete dias.

Um dos resultados interessantes desta sondagem é que os entrevistados parecem ter muita dificuldade em identificar o acontecimento mais positivo dos últimos sete dias. Dos inquiridos, 66.8% não sabe responder à questão, 9.8% afirma que nada aconteceu de positivo nos últimos sete dias, 0.8% não responde e os restantes 22.6% repartem-se em respostas muito diversificadas: desde a aprovação do OGE, até à vitória do Porto sobre o Benfica, passando pelo recuo dos EUA face a um ataque ao Iraque, pelo referendo na Irlanda ou pela vitória do Sporting.

Já quanto ao acontecimento mais negativo da semana, as opiniões são mais convergentes. A crise dos reféns em Moscovo é o acontecimento mais referido pelos entrevistados: 25.4% considerou ser este o acontecimento mais negativo da semana. Este acontecimento, que teve lugar precisamente na véspera da realização desta sondagem, teve aliás uma cobertura noticiosa na televisão com alguma relevância, ocupando cerca de 11% da duração total das notícias entre o dia 23 e o dia 24 de Outubro. Nestes dois dias foram emitidas um total de 41 notícias sobre este assunto, com uma duração superior a 1 hora e 41 minutos, segundo dados auditados pela Mediamonitor.

Também os atentados praticados pelo atirador furtivo em Washington mereceram a preocupação de 14.1% dos entrevistados, bem como o atentado em Bali, que foi referido por 12.5% dos inquiridos. Nesta questão, houve 11.3% de inquiridos que não soube responder e os restantes 36.7% classificaram como mais negativo um conjunto diversificado de acontecimentos, que vão desde a aprovação do OGE (que para outros inquiridos é considerado o acontecimento mais positivo da semana), até aos ataques terroristas, passando pelos acidentes rodoviários ou pela queda das acções do BCP.

Uma outra leitura que se pode fazer destes números diz respeito ao facto de muitas das referências negativas estarem relacionadas com o terrorismo. Este parece ser um assunto que preocupa bastante as pessoas, sendo igualmente um assunto muito noticiado na televisão.

Finalmente, é também interessante analisar que as questões internacionais são as mais referidas pelos inquiridos, sobretudo quando se trata de identificar os acontecimentos negativos.

A sondagem foi realizada pela Marktest no dia 24 de Outubro. Consulte aqui a ficha metodológica.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais