O mercado de estudos de mercado em Espanha

De acordo com dados recentemente divulgados na revista Investigação e Marketing da AEDEMO, Associação de Profissionais de estudos de Mercado (I&M numero 76, setembro 2002, Joan S. Alós), o valor do mercado de Estudos de Mercado em Espanha foi, em 2001, de 281 milhões de Euros.

Entre 1999 e 2001 o mercado teve crescimentos moderados como pode ver-se pelo quadro. Estes dados referem-se à globalidade do mercado e foram estimados a partir duma extrapolação feita com base nas respostas dadas pelos membros da ANEIMO (Associação Espanhola de Empresas de Estudos de Mercado).

Ainda de acordo com o autor do artigo, o mercado não cresceu no último trimestre de 2001 e deixa entender perspectivas menos favoráveis para 2002.

A repartição percentual desta facturação por tipo de estudos é a seguinte:

Considerando o tipo de entrevistas realizadas em 2001, a repartição é a seguinte:

Este relatório conclui ainda que, em 2001, trabalhavam nas empresas de estudos de mercado 3822 pessoas fixas e que a facturação média por empregado fixo foi de 80,500 €.

Em Portugal infelizmente não existem dados fidedignos que permitam uma comparação com a situação espanhola. De acordo com a nossa própria avaliação, o valor do mercado global português em 2001 terá sido de 67 milhões de euros, não contabilizando nesta estimativa a produção in-client. Não é, pois, difícil concluir que o mercado espanhol será cerca de 4 a 5 vezes maior que o mercado português.

Pensamos também que a facturação anual média por empregado fixo será em Portugal bastante inferior aos 80,500 € de Espanha.

Fonte: AEDEMO

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais