Portugueses descontentes com políticos

Os resultados do último Barómetro de Opinião Marktest/DN/TSF revelam, tal como já comentámos anteriormente, uma insatisfação dos portugueses com a política nacional. De Setembro para Outubro, todos os líderes políticos, à excepção do Primeiro Ministro, baixam na avaliação feita pelos inquiridos neste Barómetro.

Considerando o saldo entre as respostas que avaliam positivamente a acção dos políticos e as que as avaliam de forma negativa, apenas os representantes máximos da soberania, Presidente da República e Presidente da Assembleia da República, obtêm um valor positivo. Os restantes políticos analisados, líderes dos partidos com assento parlamentar, registam saldos negativos, reflexo de uma avaliação negativa da sua actividade neste Barómetro de Outubro.

O Primeiro Ministro é a única personalidade que vê a sua actuação valorizada de Setembro para Outubro, mas o saldo continua a ser negativo. Paulo Portas é o lider que mais desce na avaliação: em Setembro regista um saldo positivo, mas em Outubro encontra-se já em terreno negativo. Ferro Rodrigues é o que mais desce a seguir a Portas, passando igualmente de um saldo positivo em Setembro para um saldo negativo em Outubro.

A exposição dos líderes políticos na televisão registou, entretanto, um significativo aumento no mês de Outubro, depois da rentrée de Setembro. Paulo Portas é o único que vê o tempo de antena dedicado à sua pessoa baixar de Setembro para Outubro, como reflexo de um menor interesse pelo caso Moderna e as alegadas ligações de Portas ao assunto.

Mas a exposição mediática não tem os mesmos efeitos na imagem dos vários políticos. Se Francisco Louçã regista no período analisado uma forte correlação positiva entre exposição e imagem, já Ferro Rodrigues regista uma forte correlação negativa entre exposição e avaliação. Num caso, o aumento de exposição corresponde igualmente a um aumento do saldo de avaliação da sua actuação; no outro, o aumento de exposição coincide com uma avaliação mais negativa da actuação. Menos afectados por estas influências são Portas e Carvalhas, que registam fraca correlação (mas de sentido oposto) entre estes dois indicadores (no caso de Portas, é de sentido positivo e, no caso de Carvalhas, de sentido negativo).

Consulte a Ficha Metodológica do Barómetro Marktest/DN/TSF

A análise da exposição mediática foi feita com o software e-telenews.com da Mediamonitor.

Clique nos Gráficos

 
 
 
 
 
 


Fontes: Marktest e Mediamonitor

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais