Guerra e pedofilia: os acontecimentos da semana

placeholderO receio de uma guerra contra o Iraque continua a preocupar lisboetas e portuenses: em sondagem do Fonebus para a Marktest.com, 35.7% apontam-no como o acontecimento mais negativo dos últimos sete dias.


placeholderAs opiniões dos residentes na Grande Lisboa e Grande Porto estão dividas quanto a dois acontecimentos principais: uma possível guerra contra o Iraque (incluindo tomadas de posição do Governo face aos EUA) e a pedofilia (incluindo referências a Carlos Cruz). Para 35.7% a questão do Iraque é o mais negativo da semana e para 34.5% são as questões ligadas à pedofilia. O desemprego começa a ganhar também importância junto da opinião pública, sendo esta semana referido como o mais negativo por 6.3% dos inquiridos.

A evolução das referências ao caso do Iraque estão sistematizadas no gráfico que apresentamos, que revela bem como este tema está a ganhar peso na opinião destes indivíduos.

Há ainda 9% de entrevistados que refere outros acontecimentos como os mais negativos e 14.5% não sabe ou não responde à questão.

Também na identificação dos acontecimentos mais positivos, surgem referências a estes dois temas fundamentais: para 7.8% dos entrevistados o facto mais positivo é ainda não ter começado uma guerra contra o Iraque e para 4.3% o mais positivo está ligado às detenções da Polícia Judiciária relativamente a suspeitas de pedofilia. A questão do desemprego aparece também, havendo 3.5% de indivíduos que consideram as declarações de Jorge Sampaio sobre esta matéria como o acontecimento positivo da semana. Há ainda 9.4% de entrevistados que refere outras questões e para 5.9% nada de positivo aconteceu na semana. O número de indivíduos que diz não saber responder à questão continua elevado: 69%.


placeholder

A sondagem foi realizada pela Marktest no dia 13 de Fevereiro de 2003, com a seguinte Ficha Metodológica.



Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais