Quebra nas vendas de automóveis

placeholderAs vendas de automóveis ligeiros de passageiros em 2002 decresceram cerca de 2.8% no conjunto da União Europeia, apesar de no mês de Dezembro último se registar um aumento de 11.7% nas vendas de veículos desta categoria. Portugal está longe de acompanhar estes números – no mês de Dezembro viu regredir as vendas de ligeiros em 25.6% e em 11.4% no acumulado do ano de 2002 relativamente a 2001.

Segundo a ACEA - Associação de Fabricantes Europeus de Automóveis, embora se tenha registado uma subida das vendas de automóveis ligeiros de passageiros no passado mês de Dezembro para as 961 134 unidades, mais 11.7% do que no mês homólogo em 2001, o decréscimo das vendas no acumulado de 2002 é evidente, com uma quebra na ordem dos 2.8%.

Portugal ocupa um lugar de destaque no conjunto dos Estados-Membros pela negativa, liderando a quebra do sector com 11.4% no acumulado do ano, vendendo 226 129 unidades em 2002 contra as 255 215 vendidas em 2001, e o mesmo acontece nas vendas de Dezembro de 2002 que decresceram 25.6% face ao mês homólogo. No acumulado do ano, segue-nos a Espanha, que viu regredir em 6.6% as vendas de automóveis.

Numa situação idêntica à do nosso país, mas não com percentagens tão baixas, encontram-se a Bélgica e a França, uma vez que conheceram crescimentos negativos tanto no passado mês de Dezembro como no acumulado do ano comparativamente com 2001. No extremo oposto, com maior crescimento nas vendas de automóveis ligeiros de passageiros encontra-se a Dinamarca, que registou um aumento de 15.3% no total das vendas em 2002.

placeholder



Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais