Mais de meio milhão em sites bancários
Grupo Marktest, 12 maio 2005

placeholderMais de meio milhão de portugueses visitou sites de bancos em Abril de 2005, quando navegaram na internet em suas casas, de acordo com os dados do estudo Netpanel meter da Marktest.

Foram 538 000 os portugueses com 15 e mais anos que, em suas casas, visitaram sites bancários durante o mês de Abril de 2005. Este número representa 47.4% dos internautas com 15 e mais anos desse período.

Em Abril, foram visitadas mais de 38 milhões de páginas de sites bancários, uma média de 72 por utilizador. O tempo de navegação total nestes sites superou as 251 mil horas, uma média de 8372 horas por dia e de 28 minutos por utilizador.

Os sites do Grupo CGD foram os mais acedidos no mês, por 232 mil utilizadores únicos. O Grupo BCP segue em segundo, com 217 mil utilizadores únicos e o Grupo BES em terceiro, com 107 mil utilizadores únicos. Na quarta posição, os sites do Grupo BPI, com 101 mil utilizadores únicos, em quinta, os do Grupo Totta, com 85 mil utilizadores únicos e, finalmente, na sexta posição, os sites do Grupo Montepio Geral, com 62 mil utilizadores únicos.

Em páginas visitadas, a liderança é igualmente do Grupo CGD, com mais de 17 milhões e em segunda posição, o Grupo BCP, com 9,4 milhões. A 3ª posição é do Grupo BPI, com mais de 3 milhões de páginas visitadas, seguido do Grupo Totta, com perto de 2,6 milhões, do Grupo Montepio Geral, com 2,2 milhões e do Grupo BES, com quase 2 milhões.

placeholder

Em Abril, 91.1% dos utilizadores únicos destes sites navegou em páginas seguras (https), um pouco mais do que no mês anterior (mais 2.1%). Foram visitadas perto de 31 milhões de páginas seguras, 79.6% do total de páginas de sites bancários visitadas. O tempo total de navegação em páginas seguras ascendeu a quase 194 mil horas, 77.1% do tempo total em sites bancários.

A análise tem como base informação do Netpanel meter da Marktest, um estudo que analisa o comportamento dos internautas portugueses a partir de um painel de utilização doméstica. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais