Planear férias pela internet

Grupo Marktest,  7 julho 2005

Segundo os dados de uma sondagem realizada pelo Fonebus da Marktest para a Marktest.com Notícias, a maioria dos residentes em Lisboa e Porto usa a internet como meio de recolha de informações para escolha dos seus destinos de férias.

Segundo a sondagem do Fonebus, 43.5% dos residentes nas regiões da Grande Lisboa e do Grande Porto que costumam passar férias fora de sua casa ou de casa de amigos e familiares diz usar a internet para recolher informação para escolher o destino e/ou o alojamento de férias.

Os amigos ou conhecidos e o contacto pessoal junto de agências de viagem são os outros meios de recolha de informação mais referidos, por 37.7% destes inquiridos.

Os folhetos e guias turísticos e as revistas da especialidade foram outros meios referidos, respectivamente, por 18.2% e por 12.3% dos entrevistados nesta sondagem.

Para 8.4%, o meio priveligiado são os livros e guias da especialidade, 4.6% refere o contacto pessoal no local e 5.5% aponta outras formas de recolha de informação para escolha dos seus destinos e/ou alojamento de férias.

A internet posiciona-se assim como o meio previlegiado no planeamento de férias dos lisboetas e portuenses. Mas quando se questiona acerca do meio utilizado com mais frequência para efectuar as reservas, os resultados são diferentes.

De facto, o meio mais referido por estes inquiridos para efectuar as suas reservas de férias é o contacto pessoal, citado por 46.1% deles. O telefone é a escolha de 30.2% e a internet surge em terceiro lugar, com 17.5% de referências. Há ainda 6.1% de indivíduos que não sabe ou não responde a esta questão.

Este estudo da Marktest foi realizado nos dias 22 e 30 de Junho e 1 de Julho de 2005, com a seguinte Ficha Metodológica. Contacte-nos se pretende mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais