MediaMonitor TV Tops

MediaMonitor,  5 julho 2005
Esta a semana a TVI tem 9 programas no top 10, com a novela Ninguém como Tu a liderar o top com 16.8% de audiência média 46% de share. Três novos programas da TVI entraram para o top, Mundo Meu na quinta posição com 13.1% de audiência média, Morangos com Açúcar II - Férias de Verão na oitava posição e o Jogo das Chaves a fechar a tabela, com 11.5% de audiência média. O último capítulo de Morangos com Açúcar ficou na oitava posição com 12.6% de audiência média. Flagrante Delírio foi o único programa da SIC. Posicionou-se no nono lugar com 11.6% de audiência média.

A Danone e a Optimus inverteram posições ficando agora com o 1º e 2º lugares, respectivamente. A TMN fica com o 3º lugar, a Vodafone desce para o 4º e o BPI mantém-se no 5º lugar da tabela.

No Top anunciantes existem 4 novas entradas. Para o 1º lugar, a Reckitt Benckiser, para 2º a Modelo Continente Hipermercados, para 3º desce a Portugal Telecom, para 4ª e 5ª posições entram a Danone e a L'Oreal Portugal, respectivamente.

Na tabela de agências a Euro RSCG sobe à 1ª posição, a McCann Erickson à 2ª e a BBDO desce para o 3º lugar da tabela. A J.Walter Thompson mantém a 4 posição sendo seguida pela Publicis no encerramento deste ranking.

De 20 a 26 de Junho o debate mensal no parlamento com confronto entre o governo e oposição sobre as medidas do governo para controlar o défice e o orçamento rectificativo dominou as noticias, bem com a Cimeira dos líderes Europeus em Bruxelas tentando chegar a acordo acerca do orçamento da União.

O Primeiro-Ministro José Sócrates continua a liderar o Top. O destaque da sua intervenção vai para o debate mensal no Parlamento. As medidas ligadas à Educação e às Finanças, com o orçamento rectificativo, são outros destaques.

Na 2ª posição temos Marques Mendes, líder do PSD. A sua intervenção vai para a crítica à acção do governo e para a rejeição do orçamento rectificativo apresentado no parlamento.

Em 3º lugar temos António Costa, Ministro da Administração Interna. Os destaques vão para as questões de segurança interna e combate à criminalidade e para as manifestações de protesto dos polícias que reinvindicam diferença de tratamento em relação aos outros funcionários públicos.

Os outros grandes temas da semana foram:
O Presidente Jorge Sampaio em semana dedicada à inovação e criatividade, critica a banca portuguesa por não incentivar o investimento económico.
A justiça esteve em destaque com o anúncio de medidas para descongestionar os tribunais de processos da àrea económica.
Os exames nacionais e as greves de professores fizeram estalar a polémica entre a Ministra Lurdes Rodrigues e os sindicatos.
Maria José Nogueira Pinto anuncia a sua candidatura à autarquia de Lisboa com o apoio do CDS/PP.
Negociações entre a TAP e a Varig voltam à estaca zero, depois da Varig ser obrigada a recorrer aos tribunais para se proteger dos credores.
O Governo aprova nova Lei do Arrendamento, que deverá entrar em vigor em 2006.
O ex-Jornalista e apresentador de televisão Artur Albarran foi detido por suspeita de crimes económicos.
O Observatório da Saúde levanta dúvidas acerca dos programas de combate às filas de espera para cirurgias.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais