Um retrato da evolução recente do país

Grupo Marktest,  31 janeiro 2006

Com a análise Os Concelhos Portugueses 1995-2005 que a Marktest acaba de tornar disponível, é possível conhecer os principais traços de desenvolvimento do país na última década.

Tendo como base informação das fontes oficiais e particulares produtoras de informação estatística a nível concelhio, disponível no sistema de informação Sales Index da Marktest, a análise Os Concelhos Portugueses 1995-2005 é um documento fundamental para conhecer as principais transformações pelas quais passou o país na última década. Para além das estatísticas oficiais, esta análise fornece ainda indicadores exclusivos que resultam de um inquérito empreendido pela Marktest junto de todas as autarquias nacionais.

Se quiséssemos reduzir a uma frase as principais conclusões desta análise diríamos que somos, hoje, mais velhos, mais cultos, temos melhores condições de saúde, terciarizámo-nos, mas os nossos tribunais acumulam processos, enfrentamos um abrandamento da actividade económica, no tecido empresarial aumentam as empresas de pequena e média dimensão, permanecemos um país de grandes assimetrias regionais, tanto ao nível económico como social e as nossas autarquias ainda não adoptaram todas as potencialidades que a internet oferece.

Das múltiplas informações disponíveis nesta análise, destacamos as seguintes grandes conclusões:

População
Última década marcada pelo envelhecimento da população. O crescimento populacional é devido à imigração, o que constitui um fenómeno novo em Portugal. A faixa litoral norte entre Viana do Castelo e Setúbal é a mais dinâmica em termos demográficos.

Construção e habitação
Abrandamento da actividade desde 2000; maior dinamismo na faixa litoral. Madeira, costa alentejana e Algarve são áreas de crescimento.

Ensino, Cultura e Lazer
Aumento da taxa de escolarização e de frequência de equipamentos culturais; no turismo, Grande Lisboa, Algarve e Madeira são as regiões com maior capacidade e aproveitamento da actividade

Saúde e Segurança Social
Aumento do número de médicos e de equipamentos de saúde; pensionistas da segurança social representam 25.4% da população residente, mas em alguns concelhos do interior atingem 60%; valor médio das pensões evidencia grandes oscilações regionais.

Justiça
Os tribunais não conseguem tratar os processos entrados nesse ano, que vão assim transitando para os seguintes. A Grande Lisboa concentra a maioria dos processos, quer cíveis, quer penais ou tutelares, mas uma análise per capita mostra que a Madeira lidera em número de processos tutelares por mil habitantes e os Açores em número de arguidos e de condenados por mil habitantes.

Estrutura Empresarial e Emprego
Intensificou-se a terciarização em Portugal; o aumento do número de empresas fez-se com base nas de pequena e média dimensão; Lisboa e Porto constituem polos de atracção empresarial.

Actividade Económica
Desenvolveu-se o sector terciário; o consumo de energia eléctrica teve um aumento muito significativo; o mercado dos combustíveis, onde o gasóleo tem sido o produto de maior crescimento, revelou uma dinâmica marcada por ciclos conjunturais, com tendência para a baixa nos últimos dois anos; no sector automóvel registaram-se desde 1999 quebras importantes nas vendas; o número de estabelecimentos comerciais, embora crescendo na última década, tem observado uma tendência de manutenção nos últimos três anos. A actividade bancária mostra, pelo contrário, uma dinâmica positiva, quer no aumento de dependências bancárias e caixas ATM, quer na captação de depósitos e concessão de crédito que se tem observado nos últimos anos.

Finanças Nacionais e Autárquicas
Registou-se aumento do valor dos impostos recolhidos quer pelo estado quer pelas autarquias, bem como de verbas disponibilizadas pela União Europeia sob a forma de fundos.

Resultados das Eleições Autárquicas
A cartografia da votação mostra como a "divisão" norte-sul ainda faz sentido na análise política, sobretudo quando observados os resultados obtidos pelo PCP-PEV (mais expressivos a sul) e pelo PPD/PSD (mais expressivos a norte).

Índices Marktest
Uma análise do valor dos índices Marktest ao longo da última década revela como o país se divide em concelhos litorais e interiores e como a macrocefalia de Lisboa e Porto são factores determinantes e estruturais no nosso país.

As autarquias e as Tecnologias da Informação e Comunicação
A análise dos resultados do inquérito que a Marktest realizou sobre o relacionamento dos municípios com as tecnologias da informação e comunicação mostra que há ainda um importante caminho a percorrer pelas autarquias nacionais, sobretudo no que diz respeito à disponibilização de serviços online.

Para obter mais detalhes sobre esta análise, consulte o seguinte link e veja a brochura de apresentação. Contacte-nos se pretende mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais