Menos tempo frente ao écrã

Segundo os elementos da Marktest Audimetria/MediaMonitor, entre Janeiro e Maio de 2006 os portugueses estiveram menos tempo frente aos écrãs de televisão do que em igual período do ano anterior.

Grupo Marktest,  16 junho 2006

Entre Janeiro e Maio de 2006, cada português viu, em média por dia, em sua casa, 3 horas, 29 minutos e 39 segundos de televisão, menos 4 minutos e 7 segundos do que no ano anterior.

A análise por targets não revela diferenças face a anos anteriores. Os maiores consumidores deste meio mantêm-se, por região, os residentes no Grande Porto (mais 6.9% do que a média do universo); por classe social, os indivíduos da classe baixa (mais 24.3% do que a média do universo); por sexo, as mulheres (mais 8.5% do que a média do universo); por idade, os indivíduos com mais de 64 anos (mais 42.6% do que a média) e, por situação no lar, as donas de casa (mais 20.4% do que a média).

A situação no lar e a idade são as variáveis que mais influenciam o consumo de televisão, já que é aqui que se observam maiores diferenças de comportamento entre os indivíduos.

Relativamente ao ano anterior, observou-se uma quebra do consumo televisivo em todos os targets, excepto entre os residentes no Litoral Norte (mais 4.1% do que no período homólogo do ano anterior) e no Grande Porto (mais 2.7%), bem como entre os indivíduos da classe social baixa (mais 2.0%) e entre os idosos com mais de 64 anos (mais 4.8%).

Pelo contrário, os indivíduos da classe social alta e média alta e os residentes na Grande Lisboa foram os que registaram maior quebra face ao período anterior, com uma diminuição de 8.0% e de 6.0%, respectivamente.

Esta análise foi realizada para o período compreendido entre 1 de Janeiro e 31 de Maio, tendo sido utilizado o software MMW/Telereport da MediaMonitor. Contacte-nos se pretende mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais

  • Portugal Smart Cities Summit

    Esta exposição tecnológica (que tem o apoio institucional do Ministério da Economia, do Ministério do Ambiente e do Ministério da Ciência e Tecnologia, bem como do Secretário de Estado da Energia), conta com a participação de Municípios, Startups, PMEs e Universidades.

    22 a 24 de setembro de 2020

    Fundação AIP

    FIL, Parque das Nações, Lisboa

    elisabete.martins@ccl.fil.pt

  • ONSeries Lisboa

    Nesta mostra de conteúdos televisivos de ficção nacional, estarão presentes potenciais compradores de todo o mundo.

    28 e 29 de setembro de 2020

    Inside Content

    Centro Cultural de Belém, Lisboa