EUA valem 33% do mercado de estudos de mercado

Cerca de um terço do mercado de estudos de mercado localiza-se nos Estados Unidos, segundo os dados revelados no relatório da Esomar de 2005.

Grupo Marktest,  6 outubro 2006

De acordo com a informação recentemente disponibilizada pela European Society for Marketing and Opinion Research (Esomar), os Estados Unidos são responsáveis por cerca de um terço (33.1% ou 7,7 mil milhões de USD) do valor global do mercado de estudos de mercado, que a Esomar avalia em 23,3 mil milhões de USD (cerca de 18,2 mil milhões de euros) em 2005.

Cerca de dois terços da facturação global desta indústria são assegurados por cinco mercados: Estados Unidos, Reino Unido, França, Alemanha e Japão, que em conjunto negociaram perto de 16 mil milhões de USD.

Portugal ocupa a trigésima posição neste ranking, com um mercado avaliado em 77 milhões de USD (0.3% do mercado global), logo depois da Grécia (79 milhões de USD) e da Turquia (81 milhões de USD).

Espanha ocupa a nona posição (o quinto da Europa), com 498 milhões de USD, quase seis vezes e meia mais do que o observado no nosso país.

O mapa que disponibilizamos permite observar como a actividade tem especial importância nos países da Europa, América do Norte e Japão.

Na análise do gasto em estudos de mercado per capita, vemos que os países europeus dominam, ocupando 15 das 20 primeiras posições.

É no Reino Unido que este indicador assume maior expressão, com cerca de 40 USD per capita, seguido de França (36 USD), Suécia (35.7 USD), Alemanha (26.5 USD), Noruega (26.3 USD) e Estados Unidos (26 USD per capita).

A Esomar tem como missão a promoção do uso dos Estudos de Mercado e de Opinião para melhorar a tomada de decisão nas empresas e instituições no mundo inteiro. Fundada em 1948, a Esomar reúne 4000 membros em 100 países, tanto clientes como fornecedores de estudos de mercado. Também podem ser encontrados membros da Esomar em agências de media e publicidade, universidades e escolas de gestão, bem como em departamentos e instituições públicas.

Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais