Intenção de voto influencia expectativas

Uma análise dos resultados do Barómetro Político da Marktest evidencia que a intenção de voto dos portugueses influencia as suas expectativas face à evolução económica.

Grupo Marktest,  9 setembro 2008

Os residentes no Continente com 18 e mais anos mostram-se muito pessimistas relativamente à evolução da economia do país e do seu agregado familiar. Os resultados de Julho do Barómetro Político da Marktest mostram um índice de expectativa de 22.5%, muito abaixo do limiar do optimismo (50%).

Mas, se analisarmos estes resultados tendo em conta as intenções de voto para as legislativas dos inquiridos, vemos grandes diferenças. Em Julho, este índice atingia os 37.7% junto dos indivíduos que dizem votar PS, enquanto não ultrapassava os 17.7% junto dos que tencionam votar PSD nas eleições legislativas.

Estes números significam que o eleitorado PSD está francamente pessimista face à evolução da situação económica pessoal e do país, com um índice que equivale a menos de metade do revelado pelo eleitorado PS.

A série apresentada no gráfico permite ainda verificar que os momentos eleitorais marcam uma clivagem neste índice. No período considerado ocorreram em Março de 2002 e Fevereiro de 2005 eleições para a Assembleia da República cujos resultados corresponderam a alternância entre o PS e o PSD.

É nos meses imediatamente anteriores a estes actos eleitorais que as opiniões dos inquiridos no Barómetro Político Marktest mais se aproximam, revelando índices de expectativa semelhantes. Mas após esse período dá-se uma inversão das expectativas, com uma depreciação assinalável das expectativas do eleitorado do partido "derrotado" nas eleições. Esta influência parece ainda ser mais relevante no eleitorado PS do que no PSD, pois é o que parece "reagir" de forma mais imediata aos resultados das eleições, ora melhorando significativamente as suas expectativas, ora depreciando-as acentuadamente. O quadro seguinte mostra o valor deste índice para os meses anterior e posterior ao das eleições legislativas e permite confirmar estes comentários.

O Índice de Expectativa é um indicador recolhido regularmente pela Marktest desde Março de 1990, junto de indivíduos com 18 e mais anos, residentes em Portugal Continental.

Para a aferição do índice utilizamos uma base de cerca de 800 entrevistas.

Aos inquiridos são colocadas 2 questões:

- Pensa que daqui a um ano a sua situação económica e pessoal e a do seu agregado familiar será Melhor, Igual ou Pior?
- E em relação à situação económica do país, pensa que daqui a um ano ela será Melhor, Igual ou Pior ?

O Índice de Expectativa face à situação económica resulta da conjugação das respostas obtidas a estas duas questões. Para a construção do índice é atribuído um valor de 100 às respostas "MELHOR", 50 às respostas "IGUAL" e 0 às respostas "PIOR", não entrando na análise os indivíduos que não responderam às questões. O índice geral resulta de uma média dos índices parciais. Valores acima dos 50 pontos traduzem expectativas positivas e valores abaixo dos 50 pontos traduzem expectativas negativas, aconselhando-se para a interpretação dos resultados a seguinte grelha de análise:

Valor do Índice de Expectativa
0-25 Pessimismo acentuado
25-50 Pessimismo moderado
50-75 Optimismo moderado
75-100 Optimismo acentuado

Os resultados deste Barómetro estão disponíveis aqui.

Consulte a Ficha Metodológica deste Barómetro ou contacte-nos para mais informações sobre este assunto

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais