Seniores portugueses

O Grupo Marktest apresentou recentemente uma nova análise que caracteriza de forma abrangente um grupo demográfico de dimensão cada vez mais relevante em Portugal: os seniores. Conheça alguns dos indicadores disponíveis.

MediaMonitor,  4 novembro 2008

Numa análise de enquadramento da demografia mundial, os dados do CIA World FactBook 2008 mostram profundas assimetrias entre os vários países. África é o Continente mais jovem, o que tem maior taxa de natalidade, mas também aquele que tem maior taxa de mortalidade e menor esperança de vida à nascença. Enquanto um indivíduo que nasça na Suazilândia pode esperar viver apenas até cerca dos 32 anos, um residente em Andorra pode esperar viver até depois dos 83 anos, o que é um valor mais de duas vezes superior àquele.

No pólo oposto, a Europa apresenta-se como o Continente mais envelhecido. Na maioria dos países que a compõem, os indivíduos com mais de 64 anos representam mais de 15% dos seus efectivos populacionais. Mónaco, Japão, Alemanha e Itália são os países mais envelhecidos, onde a população mais idosa representa um quinto ou mais do total de residentes.

Portugal apresenta-se hoje como um país envelhecido, onde os seniores com 65 e mais anos representam 17.4% dos efectivos populacionais. Desde o início do século XX, os movimentos demográficos evidenciaram uma forte quebra na natalidade, que baixou para menos de um terço, uma quebra muito acentuada na mortalidade, que baixou para metade, e uma duplicação da esperança de vida à nascença, que hoje é de 78 anos.

O peso dos seniores triplicou em Portugal neste período e, hoje, ultrapassa o dos jovens com menos de 15 anos, com o índice de envelhecimento a aumentar quase 7 vezes desde 1900.

Este envelhecimento não se registou com o mesmo ritmo em todo o país, com o interior do Continente a mostrar-se mais envelhecido do que o litoral e as Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores.

Portugal apresenta desde 2001 um novo paradigma demográfico: o Recenseamento Geral da População de 2001 veio mostrar que, pela primeira vez, o número de indivíduos com 65 e mais anos é superior ao das crianças e jovens até aos 14 anos e as estatísticas demográficas de 2007 do INE mostraram que, também pela primeira vez, a mortalidade superou a natalidade.

Estes indicadores de enquadramento demográfico estão incluídos no módulo de Desk Research da análise A Outra Geração: os Seniores que o Grupo Marktest apresentou recentemente. Eles constituem uma primeira abordagem a este target demográfico que assume uma dimensão relevante (e que tenderá a aumentar no futuro) e que tem necessidades, aspirações e hábitos de consumo diferenciados. As marcas, empresas e instituições não podem ficar indiferentes a este novo paradigma, apresentando respostas adequadas às necessidades deste target. Esta análise constitui um excelente instrumento de ajuda no desenvolvimento dessas respostas.

Se deseja adquirir esta análise, pode fazer a sua encomenda pelos seguintes meios:

Contacte-nos se deseja obter mais informações sobre este estudo.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais