Menos depósitos a prazo
Os dados do estudo Basef Banca da Marktest indicam que menos portugueses possuem depósitos a prazo.
Grupo Marktest,  23 julho 2009

placeholderOs resultados do quadrimestre móvel de Junho de 2009 do estudo Basef Banca da Marktest contabilizam 2 839 mil possuidores de depósito a prazo, um valor que corresponde a 38.7% do universo composto pelos residentes no Continente com 15 e mais anos que possuem conta bancária.

O número de bancarizados com este tipo de conta tem registado desde 2004 uma tendência de decréscimo, depois de um período de relativa estabilidade, observado desde 2000 até àquela data. Entre 2002 e 2009, a penetração deste produto bancário baixou 15.9 pontos percentuais.

placeholder

Na análise da penetração desta conta pelos vários targets, vemos que a classe social e a ocupação são as variáveis que mais influenciam a posse de depósito a prazo, pois são as que apresentam maior variabilidade dos dados.

Os quadros médios e superiores são os que apresentam maior taxa de posse deste produto bancário (57.9%), seguidos dos indivíduos das classes sociais alta e média alta (51.1%). Pelo contrário, o valor é inferior junto dos jovens dos 15 aos 24 anos com conta bancária, com 27.5%.

Entre as ocupações, os técnicos especializados e pequenos proprietários são, depois dos quadros médios e superiores, os que apresentam maior taxa de posse desta conta, com 46.3%, ao contrário dos estudantes, onde a penetração do produto não excede os 28.6%.

Entre as classes sociais, os valores baixam gradualmente dos 51.1% observados junto da classe alta/média alta para os 42.1% da classe média e os 32.6% da classe média baixa/baixa.

Nas idades, é junto dos indivíduos entre 55 e 64 anos que maior penetração da conta se observa, de 44.0%.

Entre os sexos, vemos que 40.8% dos homens e 36.7% das mulheres possuem depósito a prazo.

A região é a variável que apresenta menor heterogeneidade de comportamentos, sendo no Interior Norte que se encontra maior penetração deste produto bancário (41.3%).

placeholder

Esta análise foi realizada com base nos resultados da segunda vaga de 2006 do estudo Basef Banca da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais