Consumidor Avatar em Congresso

Consumidor Avatar em Congresso

placeholder

A Associação Portuguesa de Empresas de Estudos de Mercado e Opinião (Apodemo) realizou recentemente o seu 15º Congresso, que este ano teve como lema "O Consumidor Avatar".

6 julho 2010

>Realizou-se nos dias 22 e 23 de Junho, na Fundação Cidade de Lisboa, o 15º Congresso da Associação Portuguesa de Empresas de Estudos de Mercado e Opinião (Apodemo) subordinado ao tema: CONSUMIDOR AVATAR - Novas regras no consumo, Novas regras para seduzir o consumidor.

Os dois dias de Congresso foram marcados por três Painéis:

1- Consumidor Avatar - Diferentes papéis, estilos de vida e padrões de consumo
António Gomes,
Presidente da Direcção da Apodemo
2 - As Fronteiras (In)definidas dos Estudos de Mercado
3- Como Reinventar os Modelos de Negócio - Painel de Debate

Após as boas-vindas dadas pelo Presidente da Direcção da APODEMO, António Gomes, os trabalhos foram iniciados com as comunicações de Augusto Mateus e de Rui Dias da Silva.

Augusto Mateus
O Professor Augusto Mateus iniciou a sua comunicação com uma introdução sobre a definição de Avatar. Em seguida, abordou, entre outras questões, o comportamento dos consumidores antes e depois da crise, o tempo que esta ainda vai durar e quais as classes sociais mais afectadas. O Engenheiro Rui Dias Alves deu continuidade à temática da crise, apresentando o C-The Consumer Intelligence Lab, um projecto desenvolvido em parceria com o Prof. Augusto Mateus, que tem como objectivo estudar as grandes mudanças ao nível do consumidor.

O Primeiro Painel - Consumidor Avatar. Diferentes papéis, estilos de vida e padrões de consumo, foi moderado por Tiago Cabral, da Netsonda.

A primeira apresentação, sob o título Do Consumidor Passivo ao Consumidor Activo, uma viagem no tempo, (de Anabela Pires, PMG e Manuel de Paula, el Corte Inglès) teve como objectivo analisar e caracterizar o comportamento do consumidor desde o final dos anos 80 até aos dias de hoje. Com a crise, o consumidor passa a ser mais activo, a ditar as leis, a ser infiel, volátil e a ter uma atitude de consumidor poupador/defensivo, o que obriga as marcas a abordá-lo com novas formas de comunicação, novos media, novos suportes e novos formatos.

Em seguida, retratou-se o lançamento do novo Citroen DS3 (um modelo re-inventado), na apresentação DS-Different Spirit (Miguel Sá da Bandeira, Automóveis Citroën e Sérgio Resende, Euro RSCG).

A Ayr Consulting falou sobre ART - After Recession Time (Ana Sepúlveda, Ayr), um estudo sobre tendências, definidas como mudanças fruto de necessidades e motivações do consumidor, e apresentou também o conceito cool. Foram ainda mostrados os resultados do Sane Recession, que foca como a recessão mudou a vida dos consumidores e como eles estão a lidar com este novo contexto.

A última apresentação da manhã, com o tema Marketing Viral - Prémio Eficácia - Ajuda o Tiago TMN (Filipa Caldeira, Fullsix Portugal), mostrou como novas formas de comunicação seduzem o consumidor, descrevendo uma abordagem interactiva on-offline, que foi realizada numa campanha da TMN através de um jogo no mundo real.

A tarde iniciou-se com a apresentação Creating Effective Voice of the Consumer Approach (Paulo Jesus, BES) que teve como objectivo mostrar estudos feitos internamente pelo BES, para medirem a qualidade dos seus serviços.

Em seguida, na apresentação Consumer Next. Uma Abordagem a Impactos Actuais e Cenários Futuros (Paula Duarte, Nestlé), foram expostos os resultados de um estudo acerca dos comportamentos e impactos do consumidor em recessão. A ferramenta usada nesse estudo foi o Consumer next, que permite interpretar o passado, observar o presente e captar o futuro.

Posteriormente, a empresa Netsonda divulgou resultados de um estudo realizado em Portugal sobre o Facebook - Face to Facebook, que tem como objectivo conhecer e analisar o maior fenómeno de media actual, o site com maior crescimento em Portugal e a relação das pessoas com as marcas neste site. Na sua comunicação, Estudo Sobre as Redes Sociais e o FaceBook (Salvador Gouveia, Netsonda e Paulo Marcos, Universidade Católica) destacam-se alguns dados: se o Facebook fosse um país seria o 3º mais populoso do mundo; já destronou o Google como o local onde os internautas passam mais tempo; e é o 3º site mais visitado da net.

De seguida, a empresa Kantar, apresentou o Shopper Boomerang (Sónia Antunes, Kantar Wordpanel), referiu a problemática de como se sente e se comporta o consumidor hoje, apresentando o Modelo CDH, que é uma nova metodologia de research para melhorar o índice de aproveitamento do Shopper.

A apresentação Red Carpet: Como Optimizar o Valor das Celebridades (Marta Sá, GfKMetris e Luísa Villar, Purple), abordou a dificuldade de escolher uma celebridade para representar uma marca. A título de exemplo apresentaram uma metodologia da GfK aplicada à figura pública Fátima Lopes.

Para finalizar este painel e o primeiro dia do Congresso, foi realizada a apresentação Novas Ferramentas para Chegar ao Consumidor Avatar (Ricardo Torres, Netquest), que descreveu como funciona a sua metodologia de recolha online, as vantagens inerentes e deu a conhecer o Top 10 dos países onde esta é a primeira metodologia de recolha, liderado pelo Canadá.

No segundo e último dia do Congresso da Apodemo, a abordagem foi direccionada para a reflexão sobre as fronteiras da actividade dos estudos de mercado e quais os desafios que se colocam não só para as empresas, como para os clientes e fornecedores.

Enquadrado nesta temática, foi lançado na abertura do segundo Painel, "As fronteiras (In)definidas dos Estudos de Mercado", o desafio: as empresas de estudo de mercado, actualmente, devem ter uma perspectiva mais vertical, de aconselhamento estratégico, e "consultoria" junto dos seus clientes, assim como uma perspectiva mais horizontal, que passa por identificar novas necessidades das empresas e adquirir novas capacidades de resposta, como sendo através de novas ferramentas de segmentação.

Lúcia Lima
Unilever
A primeira apresentação Estudos de Mercado: Qual o Caminho (Lúcia Lima, Unilever), passou principalmente por alertar para necessidade de integração do conhecimento do consumidor e do mercado, ou seja, os insights obtidos pelos estudos de mercado realizados nos processos de decisão e modelos de negócio das empresas. Esta apresentação veio a ser votada para a melhor comunicação do Congresso, tendo recebido o Prémio GfKMetris para a melhor apresentação.

Também neste painel houve a oportunidade de se apresentar novas soluções de análise e caracterização do consumidor digital, compreendendo quais as motivações na utilização da internet, na comunicação Ocasiões de Uso e Estilos de Vida Digitais: do browsing às Alpha Mums (Teresa Veloso, TNS).

Na comunicação seguinte, Farmácias Portuguesas: o Nascimento de Uma Marca de Sempre Com Um Novo Consumidor (Pedro Casquinha, ANF e Carlos Liz, Ipsos Apeme), focou-se o processo de lançamento da marca "Cartão Farmácias Portuguesas" e estudos realizados neste âmbito com o objectivo de compreender a percepção dos portugueses em relação às farmácias e o que as discrimina.

Seguiu-se A Gestão das Expectativas (Patrícia Oliveira, CSD). Nesta apresentação foi dado ênfase ao papel estratégico dos estudos de mercado na expectativa dos clientes.

A fechar o segundo painel, foi apresentada a comunicação Quem Nos Pode Contaminar (Bárbara Gomes, Marktest). A comunicação teve por base o estudo TGI-Target Group Index, estudo realizado em Portugal pela Marktest que analisa as atitudes, comportamentos e estilos de vida do consumidor português.

Bárbara Gomes
Marktest

A informação do TGI permite demonstrar como é possível medir o buzz e qual o seu efeito amplificador junto de determinados sectores do mercado e a probabilidade de contaminação que existe em cada um deles por via destes agentes potenciais de comunicação.

A apresentação de Bárbara Gomes está disponível para download. Clique na imagem para aceder ao ficheiro.

Antes do terceiro Painel, procedeu-se à entrega do Prémio GfKMetris, para a melhor apresentação, que este ano coube a Lúcia Lima da Unilever.

O terceiro Painel de Debate, Como Reinventar os Modelos de Negócio, foi moderado pelo jornalista Martim Avillez.

Marina Petrucci
Os trabalhos deste 15º Congresso foram encerrados por Marina Petrucci, da Direcção da Apodemo.







Texto de:
Catarina Santos
Elisabete Lopes
Marktest

Fotos cedidas pela Apodemo, copyright Pedro Sá da Bandeira.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais