62% dos bancarizados estão muito preocupados com a actual situação económica do país
62% dos bancarizados estão muito preocupados com a actual situação económica do país
placeholder
Segundo o estudo Basef Banca da Marktest, 62% dos bancarizados estão muito preocupados com a actual situação económica do país.
Grupo Marktest
24 julho 2012

placeholderA actual situação económica de grande parte dos países da Europa é cada vez mais preocupante. Os media veiculam diariamente notícias que dão conta de um agravamento contínuo do desemprego, preços, impostos, etc.

Perante este cenário, a Marktest avaliou até que ponto os bancarizados estão preocupados com a actual situação económica do país.

Numa escala de 1 a 10, em que 1 significa Nada preocupado e 10 Muito preocupado, mais de metade dos bancarizados (62%) residentes em Portugal Continental, com 15 e mais anos, atribuiram a pontuação máxima (10) à sua preocupação com a situação económica do país.

Fazendo a análise por escalões etários, verifica-se que são os indivíduos bancarizados com mais de 45 anos que se encontram mais preocupados com a situação económica que o país enfrenta.

Por outro lado, numa análise por regiões Marktest, constata-se que é sobretudo no Sul do país que se encontra uma maior percentagem de bancarizados Muito procupados com a crise económica de Portugal (70%), com uma diferença de mais de 5 pontos face ao Interior Norte (64%). Nas grandes cidades é onde a percentagem de bancarizados Muito preocupados é menor.

Tendo em conta os clientes dos principais bancos em análise, verifica-se que os que atribuem uma nota de preocupação mais elevada são os clientes do Millennium BCP e do Santander Totta.

placeholder

Os dados Marktest revelam que metade (50%) dos indivíduos bancarizados que estão Muito preocupados com a situação económica do país consideram que os bancos com que trabalham os ajudam a gerir da melhor forma o seu dinheiro.

De acordo com os dados presentes no gráfico, regista-se que os clientes do Santander Totta são aqueles que mais reconhecem que o seu banco os ajuda a gerir da melhor forma o seu dinheiro (54.6%).

placeholder

Para além destes dados, a Marktest concluiu ainda que:

placeholderJunto dos bancarizados que estão muito preocupados com a actual situação económica do país, 1.221 mil afirmam que o gestor de conta do seu banco principal os aconselha acerca dos produtos e serviços mais adequados às suas necessidades.

placeholderNeste sentido, não é de estranhar que 65% destes últimos considerem que os bancos com que trabalham os ajudam a gerir da melhor forma o seu dinheiro. Isto revela que apesar de se viver num clima de instabilidade económica, os portugueses bancarizados acreditam que as instituições financeiras com que trabalham constituem uma mais valia para se conseguir ultrapassar este período.

Esta análise foi realizada com base nos resultados do estudo Basef Banca da Marktest, um estudo regular da Marktest, lançado em 1989 e que tem por objectivo apoiar o marketing dos Bancos, fornecendo informação sobre os comportamentos, atitudes e opiniões dos consumidores efectivos e potenciais dos serviços financeiros destinados aos particulares. Estuda o universo constituído pelos indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos, residentes em Portugal Continental. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais