Lisboa com mais salas de cinema mas Matosinhos com mais receitas por sala

Lisboa com mais salas de cinema mas Matosinhos com mais receitas por sala

placeholder

Uma análise dos dados do Instituto do Cinema e Audiovisual, disponíveis no sistema de geomarketing Sales Index da Marktest evidencia que é o concelho de Lisboa é o que oferece mais recintos e mais salas de cinema, mas é no concelho de Matosinhos que é maior a receita por sala.

Grupo Marktest
25 setembro 2012

Segundo os dados do Instituto do Cinema e Audiovisual, disponíveis no sistema de geomarketing Sales Index da Marktest, existiam em 2010 um total de 564 salas de cinema, localizadas em 115 dos 308 concelhos do país.

Estas salas tinham uma capacidade superior a 109 mil lugares, uma média de 194 lugares por sala.

Ao longo do ano, contabilizaram-se 670 mil sessões de cinema nestas salas, uma média de 1189 sessões por sala.

O número total de espectadores que assistiram a estas sessões superou os 16,5 milhões, o que equivale a uma média de 29361 espectadores por sala e de 25 espectadores por sessão.

Em termos de receitas de cinema, os dados apontam para um total superior a 82 milhões de euros, uma média de 123 euros por sessão e de 5 euros por espectador.

Em termos concelhios, os dados mostram que Lisboa é o concelho com maior capacidade nas suas 80 salas, responsável por 13.7% do total. É seguido por Vila Nova de Gaia, Braga e Leiria Coimbra. Em número de espectadores, os dois primeiros lugares mantêm-se de Lisboa (20.9% do total) e de Vila Nova de Gaia, a que se juntam também Matosinhos, Oeiras e Almada.

Mas em termos de receitas por sala o ranking tem outros protagonistas, com o concelho de Matosinhos a tomar a liderança com 328 mil euros, seguido de Montijo, Almada, Cascais e Torres Vedras.

Esta análise foi realizada com o sistema de geomarketing Sales Index , cuja filosofia é fornecer aos utilizadores todas as ferramentas necessárias à realização de análises de caracterização regional e do poder de compra do país. Para além das variáveis de caracterização concelhia (recolhidas junto de fontes oficiais), o sistema disponibiliza também um conjunto de índices que permitem não apenas visualizar como as variáveis se relacionam entre si, mas também fazer comparações entre os diversos concelhos do país.

Paralelamente, as suas funcionalidades permitem um vasto leque de aplicações de rentabilização da informação de base e de sustentação de estratégias de desenvolvimento local.

É hoje utilizado sobretudo para análise de redes de venda e distribuição, definição de objectivos de venda regionais, análise do potencial concelhio ou definição de novas localizações, entre muitas outras análises de geomarketing.

Consulte aqui mais informação sobre este sistema ou contacte-nos se pretende uma demonstração ou mais informações sobre o Sales Index .

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais