Super Bock mantém a liderança no espaço ocupado em linear

Super Bock mantém a liderança no espaço ocupado em linear

placeholder

De acordo com os dados do serviço Precise da Marktest, a marca Super Bock é líder no espaço ocupado em linear.

Marktest Investimentos
17 junho 2014

Com a chegada do Verão e especialmente, em épocas que decorrem campeonatos europeus ou mundiais de futebol, existe uma maior exposição por parte das marcas de cervejas nos meios de comunicação, nos folhetos e em campanhas no ponto de venda.

Neste sentido, a Marktest Retail apresenta uma análise sobre a categoria de cervejas, analisando ao detalhe a evolução deste mercado no ponto de venda através do espaço ocupado em linear e de análise de preços.

Para a presente análise foram utilizadas medições de linear em Junho e Novembro de 2012, Novembro de 2013 e Maio de 2014.

Quando analisamos os vários segmentos de cervejas ao longo dos últimos anos, constatamos que não existiram alterações significativas no linear, sendo as cervejas brancas com álcool o segmento que predomina no espaço ocupado.

Mesmo quando comparados os diferentes canais (Hipers, Supers e Discounts), não se verificam diferenças, com a excepção de nas lojas Discount, o Share of Shelf de cervejas estrangeiras apresentar um valor muito baixo face à média (+-4,3% vs 12,3%)

No que respeita à quota de espaço de linear ocupada pelas diversas marcas, também não se verificam alterações relevantes face às últimas recolhas. A marca Super Bock continua a liderar o espaço ocupado, seguida de Sagres.

No entanto, é de salientar que face à recolha de 2013, a marca Super Bock apresenta um aumento de Share of Shelf (34,9% para 35,3%), enquanto Sagres regista a situação inversa, tendo passado de 31,3% para 30,8%.

Ao longo destes últimos anos, em terceiro lugar tem surgido a marca Cristal, embora esteja a perder ligeiramente quota de espaço de linear face a 2012 (6,1% para 5,5%). De referir também o papel das marcas próprias que em 2014 ocupam o quarto lugar, lugar anteriormente ocupado por Carlsberg.

Se analisarmos o espaço ocupado pelas principais marcas de cervejas - Sagres e Super Bock - por insígnia, constatamos que Super Bock apresenta um maior Share of Shelf do que Sagres em todas as lojas, excepto nas insígnias Intermarché e Pingo Doce.

Já nas lojas Lidl, é a Marca Própria que detém um maior Share of Shelf, ocupando mais de metade do linear (50,9%).

Analisando ao detalhe as diversas marcas por segmento, é indiscutível a liderança de Share of Shelf da marca Super Bock no segmento de Cerveja Branca, sendo que o maior gap face a Sagres verifica-se precisamente na última recolha (Maio 2014).

No que respeita às cervejas estrangeiras, não se registam alterações significativas face às últimas recolhas, sendo a Carlsberg a marca que lidera o espaço de linear neste segmento. No entanto, quando analisado por insígnia, apenas nas lojas Sonae esta situação não se verifica, sendo a Heineken a marca com maior Share of Shelf.

À semelhança do que se verificou em 2013, a marca Sagres continua a liderar o espaço de linear em Cervejas Pretas e Especiais, registando um aumento (34% para 36%). Por sua vez, a marca Super Bock regista a situação inversa, apresentando uma diminuição do seu Share of Shelf (31,8% para 29,9%). De mencionar, a diminuição de quota de espaço de linear gradual da Marca Própria desde 2012.

Também no segmento das cervejas sem álcool, o destaque vai para a marca Sagres, que consegue ocupar o lugar anteriormente atribuído à marca Super Bock. Em 2014, a marca Sagres apresenta um aumento de 4,8p.p. de quota de espaço de linear face a 2013, enquanto a marca Super Bock regista uma diminuição de 4,6p.p. Curiosamente, nas lojas Discount apenas foram encontradas cervejas sem álcool da marca Super Bock.

Outro ponto fundamental no presente artigo, está relacionado com o preço das cervejas brancas. Sabendo as alterações que os preços têm sofrido nos últimos tempos, devido à forte aposta promocional em folheto, em que todas as semanas as marcas estão presentes nos folhetos da Sonae através do "Super Preço" e do Pingo Doce (50% Desconto Imediato), foram analisados os preços para os principais produtos contemplado as garrafas unitárias e os packs.

Analisando o preço médio das duas principais marcas concorrentes, observamos que no preço por unidade, a marca Sagres tem um preço inferior à marca Super Bock nas garrafas mini de 20cl (-0.01€) e 25cl (-0.02€). No entanto, nas garrafas de 33 cl o seu preço já é superior. Como seria de esperar, a marca própria apresenta um preço médio muito inferior às marcas líderes.

Já no preço médio para os diferentes packs recolhidos, a marca Sagres regista sempre um valor mais elevado do que a marca concorrente Super Bock.

Em resumo, podemos afirmar que o linear das cervejas não tem sofrido alterações nos últimos anos.

Em termos de Share of Shelf, é Super Bock que lidera o espaço em linear de uma forma mais geral, no entanto em alguns segmentos é a marca Sagres que detém uma maior quota, como é o caso de cerveja sem álcool e preta/especiais.

Já no que respeita ao preço, a marca Sagres é habitualmente mais cara do que a marca Super Bock, com a excepção das unidades de minis (20cl e 25cl).

A presente noticia foi também publicada na edição de Maio/Junho da revista Grande Consumo.

Observações Metodológicas
Precise - Auditoria Ponto Venda
A Marktest, através do serviço de auditoria no ponto de venda, Precise, pretende fazer face às necessidades das marcas em acompanhar políticas de preço, presença dos produtos e de acções promocionais, quotas de espaço de linear e outros que decorrem no ponto de venda. A frequência de recolha é efectuada em conformidade com as necessidades do cliente, bem como a selecção de lojas. A recolha de dados é efectuada com um PDA com software específico para a recolha de dados, sendo a identificação dos produtos efectuada através de leitor de código de barras. Módulos de Informação Recolhida: - Módulo Preço / Presença, Módulo Locais, Módulo Promoções, Módulo Merchandising, Módulo Espaço, Módulo Perguntas Qualitativas.

Mais detalhes:

Precise


Consulte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais

  • Symbolic Data Analysis

    A Symbolic Data Analysis (Análise de Dados Simbólicos) está relacionada com o desenvolvimento de novas técnicas estatísticas com vista à análise de bases de dados de grandes dimensões.

    18 a 20 de outubro de 2018

    Associação Portuguesa de Classificação e Análise de Dados

    Instituto Politécnico de Viana do Castelo - Viana do Castelo

    sda2018@estg.ipvc.pt

  • Humans vs. Technology in Research

    18 de outubro de 2018

    MRS - The Market Research Society

    Londres, Inglaterra

    info@mrs.org.uk