Casa Pia: o acontecimento negativo da semana

Os alegados casos de pedofilia envovendo a Casa Pia foram o acontecimento mais negativo da semana indicado por 68.5% dos inquiridos no Fonebus para a Marktest.com.

Na semana de 22 a 28 de Novembro, o acontecimento mais negativo referido pelos residentes na Grande Lisboa e no Grande Porto foi o que se relaciona com os casos de pedofilia na Casa Pia. A descoberta destes casos é ainda referida como o acontecimento mais positivo dos últimos sete dias por 5.1% dos entrevistados, constituindo a referência concreta mais indicada.

Relativamente a esta questão, continua a notar-se a tendência já antes verificada de grande dificuldade em identificar acontecimentos positivos. Esta semana, 76% dos inquiridos diz não saber responder a esta questão, 0.8% não responde mesmo e 15.4% refere um conjunto disperso de acontecimentos, que passam (ainda) pela prisão de Carlos Silvino (Bibi), pela entrada de observadores da ONU no Iraque e outras. Há ainda 2.8% de indivíduos que diz nada ter acontecido de positivo nos últimos sete dias.


Já quanto ao acontecimento mais negativo, não houve dúvidas, com a Casa Pia no centro das atenções. O naufrágio do Prestige é também referido por 5.5% dos entrevistados, bem como os atentados contra israelitas (3.5%) ou a maré negra (2.0%). Outras respostas são dadas por 8.3% dos inquiridos e há ainda 12.2% que não sabe ou não responde à questão.

Seis semanas passadas sobre o início da recolha regular das opiniões de lisboetas e portuenses sobre o que de mais positivo e negativo se passou nos últimos sete dias, o tema da pedofilia na Casa Pia foi o que até agora recolheu mais consenso.

Tal como o gráfico ilustra, só a crise dos Reféns em Moscovo tinha até agora captado tanto as atenções dos residentes nestas regiões. Na pesquisa realizada a 30 de Outubro recolhia 65% das opiniões que o identificavam como o acontecimento mais negativo.

Também o naufrágio do Prestige tinha chamado as atenções destes indivíduos. Na recolha de 21 de Novembro, 48.8% deles indicava este facto como o mais negativo das últimas semanas. Estes valores são agora suplantados pelos 68.5% de indivíduos que classificam como mais negativo o acontecimento relacionado com casos de pedofilia na Casa Pia.



Consulte aqui a ficha metodológica desta sondagem.



Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais