O Futuro das Audiências

A medição das audiências de meios foi o tema central do Seminário de Media organizado pela APODEMO e CAEM no Centro Cultural de Belém. Rádio, publicidade exterior, televisão, imprensa e internet dividiram entre si as comunicações apresentadas neste seminário nos dias 6 e 7 de Novembro.

Reflectir sobre a importância de estudos de audiência, os problemas e as necessidades com que se debatem os vários media, o presente e o futuro das metodologias, sempre com o intuito da qualidade da informação, levaram os profissionais do sector a este seminário.

A Marktest e a MarkData participaram activamente neste seminário apresentando, três comunicações. A Marktest.com esteve lá e assistiu.

O primeiro dia do seminário dividiu-se entre duas sessões: durante a manhã o tema proposto foi “Meios e Audiências: problemas e perspectivas” e à tarde o tempo foi dedicado à “Rádio e Publicidade Exterior”.

Na sessão matinal, pudemos ouvir reflexões sobre a importância da medição de audiências por José de Freitas, director executivo da C.A.E.M., a necessidade de analisar alvos indirectos que completam a informação dos alvos originais por Vitor Cabeça da Marktest, que construiu a título de exemplo um alvo indirecto sobre uma campanha de civismo na condução, e uma análise da publicidade em cinema por Catarina Bastos da RMB Portugal.

Na sessão vespertina, dedicada numa primeira fase à rádio, ouvimos José Faustino da Associação Portuguesa da Rádio falar da necessidade de medição de audiências ao nível concelhio para preencher a falta de informação com que se debatem as rádios locais, José Guilherme e António Mendes da Rádio Renascença e Luís Montez da Antena 3 lançaram questões pertinentes sobre a objectividade dos estudos de audiência de rádio e Ángeles Bacete da GFK apresentou o RadioControl, um novo avanço em audimetria passiva como a própria referiu.

Na segunda fase da tarde, dedicada à publicidade exterior, foram Nuno Pena da LeverElida e Alexandra Fialho do Conselho Técnico Executivo da CAEM os intervenientes. Nuno falou da importância da publicidade exterior para os anunciantes e Alexandra da necessidade de um estudo de audiências da publicidade exterior em Portugal (até ao momento inexistente), da experiência de países europeus em estudos semelhantes e da proposta da Marktest para avançar com um estudo de audiências, afinal um media que tem visto o investimento publicitário crescer e ainda se caracteriza pela ausência total de um estudo de audiências.

O 2º dia deste Seminário foi dedicado à Televisão (parte da manhã) e à Imprensa e Internet (parte da tarde).

As intervenções sobre Televisão ficaram a cargo de Ana Marquilhas da Media Planning, que fez uma comunicação sobre a Audimetria do Futuro e que recebeu o Prémio Marktest para a segunda Melhor Comunicação, de Eduardo Cintra Torres (Crítico de Televisão), que deu o seu ponto de vista relativamente às perspectivas para a Televisão Generalista em Portugal. Intervieram também Vanessa Fernandes da OMD Research e Mª José Paixão da Motivação, que apresentaram um estudo conjunto relativamente ao valor das diferentes marcas de Media; Pierre Bouvard da Arbitron apresentou o Portable People Meter (conhecido como PPM: aparelho portátil de medição de audiências de media, cujo software está a ser desenvolvido pela MarkData). Finalmente, Nuno Leitão da MarkData, debruçou-se sobre os novos métodos e tecnologias de acesso à informação de media, apresentando as potencialidades do telereport, software da empresa, que tem acompanhado o desenvolvimento do acesso à informação sempre com o objectivo de fornecer melhor informação em qualquer local e no momento certo, como o próprio descreveu. Nuno Leitão viu esta sua comunicação ser reconhecida com o Prémio para a Melhor Apresentação do Seminário.

Da parte da tarde, sob o tema Imprensa e Internet, estiveram presentes Aguiar Falcão de Castro do IPOM, que falou sobre as audiências regionais como factor de desenvolvimento da Imprensa Regional; Carlos Neves da Impala desenvolveu o tema “Planeamento, a Procura do Rigor”; Hugo Figueiredo do Jornal Público falou da experiência do título como Jornal em Papel e na Internet. A Marktest esteve também presente nesta sessão: Helena Barbas falou da medição de audiências da internet, apresentando análises dos estudos Bareme-Internet e Netpanel da Marktest deixando-nos alguma informação disponível e as potencialidades ainda a explorar, com a certeza de que, como a própria citou, (in O Futuro da Internet). Finalmente, encerrou o Seminário a comunicação de Mª José Paixão da Motivação, que apresentou os contributos que os Estudos Qualitativos podem ter para a implementação de um ISP dando como exemplo o Clix.

Parabéns à Apodemo e CAEM pela iniciativa e à Marktest e MarkData pela prestação!

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais