Bareme Internet divulga resultados de Julho

A Marktest disponibilizou resultados do Bareme Internet relativos ao trimestre Maio/Julho de 2002. Os lares que possuem forma de aceder à Internet representam 24.1% do total, em ligeiro decréscimo face aos 24.6% do trimestre anterior. Segundo os dados apurados, 26.3% dos indivíduos costumam utilizar a Internet, sendo essa utilização feita maioritariamente em casa, com 17.3%, seguida do local de trabalho, com 10.4 %.

A forma de acesso à Internet no lar é feita maioritariamente por ligação telefónica. Nos fornecedores de ligação temos o Clix/Novis/IP na frente, com 5.9%, logo seguidos pelo Sapo/Netsapo, com 3.0%. No terceiro lugar encontra-se a Telepac/Netpac com 2.3%. A Oninet e o IOL registam 1.8 % e 1.7% respectivamente.

Nos lares onde não existe ligação à Internet, 46.7% afirma não tencionar vir a ter acesso à Internet, mas este valor tem revelado desde o iníco do ano uma tímida tendência para baixar.

Relativamente à utilização individual, o divertimento continua no topo das preferências, com 14.4%, mas com tendência para a equiparação em relação aos fins profissionais, que obtêm 14.3%. A formação pessoal vem logo de seguida, com 13.7% das respostas e a obtenção de notícias atinge 13.4% de referências.

Dentro dos produtos e serviços já adquiridos na Internet, os valores são ainda bastante baixos, mas os livros e os cd’s/dvd’s e discos são os produtos mais referidos.




Fonte: Marktest, Bareme Internet

Notícias da mesma semana

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais