Maioria quer eleições
Grupo Marktest, 6 julho 2004

placeholder

Inquiridos pelo Fonebus da Marktest, a maioria dos residentes na Grande Lisboa e no Grande Porto considera que o Presidente da República deverá convocar eleições legislativas antecipadas, face à demissão de Durão Barroso.

São 60.4% os inquiridos pela Marktest nas regiões da Grande Lisboa e Grande Porto que consideram que o Presidente deve convocar eleições antecipadas face ao pedido de demissão apresentado pelo Primeiro Ministra, Durão Barroso. Há 30.4% de inquiridos que tem opinião contrária e 9.2% não sabe ou não responde à questão.

A sondagem, realizada nos dias 1 e 2 de Julho (cerca de uma semana após a comunicação social ter avançado com a notícia da saída de Durão Barroso para a Comissão Europeia), revela ainda que as mulheres são mais favoráveis à convocação de eleições antecipadas do que os homens (64.9% e 55.2%, respectivamente).

Da mesma forma, os indivíduos com idades compreendidas entre os 25 e os 34 anos são os que mostram maior acordo com esta medida (76.1%), ao contrário dos indivíduos dos 35 aos 44 anos, que mostram menor concordância (47.8%).

A percentagem dos que considera que o Presidente deva convocar eleições antecipadas é também superior no Grande Porto. Aqui, 65.9% dos seus residentes considera esta hipótese, face aos 57.4% da Grande Lisboa que também é da mesma opinião.

Por classes sociais, são registadas maiores taxas de concordância com a realização de eleições antecipadas junto dos indivíduos da classe média (63.4%) e média baixa/baixa (60.7%), contrariamente aos indivíduos das classes alta e média alta (56.9%).

A sondagem da Marktest teve a seguinte Ficha Metodológica. Consulte-nos para mais informações sobre este assunto.





Notícias da mesma semana

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais