2,8 milhões de pensionistas da Segurança Social
Os resultados do IGFSS disponíveis no sistema de informação Sales Index da Marktest mostram que cerca de 2,8 milhões de portugueses são pensionistas da Segurança Social, um valor que representa mais de metade da população residente em alguns concelhos do interior.
Grupo Marktest, 21 outubro 2008

placeholder Segundo os dados do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social (IGFSS) para 2006, disponíveis no sistema de informação Sales Index da Marktest, são 2,793 mil os beneficiários de pensões de invalidez, velhice ou sobrevivência, um número que representa 26.4% do total de residentes no território nacional.

Uma análise por concelhos mostra que o peso dos pensionistas no total da população residente chega a atingir os 79.7% no Corvo, os 58.8% em Gavião ou os 57.7% em Lajes das Flores.

Pelo contrário, o peso destes indivíduos na população residente é menor nos novos concelhos de Odivelas (9.2%), Trofa (10.5%) e Vizela (13.3%) e em Lagoa, Açores (14.6%) e Sintra (15.1%).

A maior parte dos pensionistas recebem pensões de velhice, o que representa 63.9% do total de pensionistas. Os pensionistas de invalidez representam 11.3% do total e os de sobrevivência, 24.8%.

O valor pago em pensões de invalidez, velhice e sobrevivência ultrapassou os 11 mil milhões de euros, em 2006, um valor que equivale a cerca de 337 euros mensais por pensionista.

Em concelhos como Corvo, Lajes das Flores e Santa Cruz das Flores (nos Açores) observam-se os valores médios mais baixos, respectivamente de 149, 186 e 227 euros mensais por pensionista, enquanto em Oeiras, Cascais e Odivelas se observam os valores médios mais elevados nas pensões auferidas pelos pensionistas aí residentes, respectivamente de 520, 475 e 463 euros mensais.

Esta análise foi realizada com base em informação constante no sistema de informação Sales Index da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais