Sabe quantos portugueses tomaram xaropes para a tosse?
O novo estudo da Marktest, Target Group Index (TGI), responde.
Grupo Marktest,  21 outubro 2008

placeholder De acordo com os dados Target Group Index (TGI) Portugal, Setembro 2008, 31% dos portugueses com idades entre os 15 e os 64 anos, residentes em Portugal Continental, afirmam ter tomado xaropes para a tosse nos últimos 12 meses.

São sobretudo as mulheres (34%) que mais afirmam ter tomado este tipo de medicamento nos últimos 12 meses, contrastando com os 27% registados pelo sexo masculino.

Focando a análise na variável idade, é junto das faixas etárias 25/34 e 35/44 anos que a toma de xaropes para a tosse é mais expressiva (33% para ambos).

placeholder

Ao nível das regiões Marktest, verifica-se que, apesar de não haver uma variação expressiva no que concerne à toma deste tipo de medicamento, são os residentes na Grande Lisboa e no Litoral Centro (33% para ambas), os que mais recorreram a este tipo de medicamento nos últimos 12 meses.

placeholder

Um dado curioso, remete para o facto de 24% dos indivíduos que tiveram tosse nos últimos 12 meses não tomaram xarope para a tosse.

O TGI é um estudo de referência mundial, realizado pela primeira vez na Grã Bretanha há quase 40 anos (desde 1969), e hoje presente em cerca de 60 países do Mundo. Em Portugal, o TGI foi implementado pela Marktest, apresentando informação para 3000 marcas, agrupadas em 240 categorias de produtos representativos de 17 sectores de actividade, que permitem conhecer em detalhe o consumidor português.

Contacte-nos se deseja obter mais informações sobre este estudo.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais
  • QSP Summit

    O QSP SUMMIT afirma-se como a mais relevante Conferência de Management e Marketing da Europa.

    28 a 30 de junho de 2022

    QSP - Consultoria de Marketing

    Feira Internacional do Porto, Matosinhos

    info@qspsummit.pt

  • Data Science Analytics Course

    Curso online, dirigido a todos os profissionais e empresas de estudos de mercado, que queiram entender melhor o campo florescente da Data Science.

    30 de junho de 2022

    APODEMO em colaboração com a MRS

    apodemo@apodemo.pt