1,4 milhões acedem a comunidades virtuais
Os dados mais recentes do estudo Bareme Internet, que a Marktest editou recentemente, contabilizam no Continente 1,4 milhões de portugueses que costumam aceder a comunidades virtuais.
Grupo Marktest, 21 outubro 2008
placeholder

O relatório anual de 2008 do Bareme Internet, o estudo de base do Netpanel, que a Marktest acabou de lançar, contabiliza 1 417 mil indivíduos que costumam aceder a comunidades virtuais. Este valor representa 17.1% do universo composto pelos residentes no Continente com 15 e mais anos.

As "visitas" a comunidades virtuais são assim a principal actividade realizada online por estes indivíduos na área do entretenimento e lazer.

Ouvir música online é uma actividade que atrai mais de um milhão de portugueses (13.2% dos residentes no Continente com mais de 14 anos), ao que se seguem os downloads de músicas (12.4%), os jogos online (11.7%), o marcar viagens ou alojamentos online (10.3%), os downloads de filmes (6.2%) e de jogos (6.1%).

placeholder

Na análise por targets dos indivíduos que acedem a comunidades virtuais, vemos que a idade é a variável mais discriminante, pois é a que revela mais diferenças de comportamento entre os indivíduos. Os valores oscilam entre os 59.9% dos jovens dos 15 aos 17 anos e a ausência do hábito entre os mais idosos.

A ocupação é a segunda variável com maiores discrepâncias de comportamento, devido aos 57.0% de estudantes que costumam aceder a comunidades virtuais, um valor muito acima dos restantes grupos ocupacionais.

placeholder

A análise realizada teve como base os resultados de 2008 do estudo Bareme Internet da Marktest. Este estudo analisa o universo constituído pelos residentes no Continente com 15 e mais anos. Contacte-nos se deseja adquirir este estudo ou se pretende mais informações sobre o assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais