Mais de 900 mil bancarizados constituiu depósitos a prazo nos últimos 6 meses
Mais de 900 mil bancarizados constituiu depósitos a prazo nos últimos 6 meses
placeholder
De acordo com os dados do BASEF Banca, da Marktest, para o Quadrimestre de Setembro de 2012, o número de bancarizados que constituiu depósitos a prazo nos últimos 6 meses , foi de 944 mil.
Grupo Marktest
6 novembro 2012

placeholderNum cenário de crise económica, as remunerações dos depósitos a prazo por parte dos bancos, são para muitos bancarizados um atractivo de investimento e de poupança. Em 2011, apesar de Portugal já se encontrar num contexto de crise, de acordo com os dados do Banco de Portugal, os bancos conseguiram angariar o segundo valor mais elevado de sempre em novos depósitos a prazo.

Em 2012 as remunerações dos depósitos a prazo têm vindo a cair, contudo será que os bancarizados vão recorrer menos a este produto financeiro. Quantos terão constituído depósitos a prazo nos últimos 6 meses? E em que bancos?

Perante estas questões, a Marktest, tendo por base o estudo BASEF Banca, para o Quadrimestre de Setembro de 2012, aferiu que 944 mil indivíduos bancarizados de Portugal Continental com 15 e mais anos, constituiram depósitos a prazo nos últimos 6 meses.

De acordo com os dados Marktest, mais de metade dos bancarizados que constituíram depósitos a prazo nos últimos 6 meses são homens (52.9%) e têm entre 25 e 44 anos (50.4%).

Numa análise por região, 23% residem na Grande Lisboa. E na distribuição por classes sociais, 38% são das classes Alta/Média Alta.

Os dados revelam que 31% dos depósitos a prazo dos últimos 6 meses foram constituídos na CGD.

Contudo há que salientar, que os clientes BES foram os que mais constituíram depósitos a prazo dentro do banco BES (56%), e foram também os clientes BES que mais adquiriram este produto financeiro nos últimos 6 meses (41%).

Ainda de acordo com os dados de BASEF Banca do quadrimestre de Setembro 2012, mais de metade (53%) dos indivíduos bancarizados que fizeram poupança no último ano afirmam ter poupado menos.

placeholder

Para além destes dados, a Marktest concluiu ainda que:

placeholder62% dos bancarizados que afirmam ter poupado mais no último ano, constituíram um depósito a prazo nos últimos 6 meses, sendo que os clientes do Santander Totta são os que mais consideram ter poupado mais no último ano (21%) quando comparados com os restantes bancos do top 5.

Esta análise foi realizada com base nos resultados do estudo Basef Banca da Marktest, um estudo regular da Marktest, lançado em 1989 e que tem por objectivo apoiar o marketing dos Bancos, fornecendo informação sobre os comportamentos, atitudes e opiniões dos consumidores efectivos e potenciais dos serviços financeiros destinados aos particulares. Estuda o universo constituído pelos indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos, residentes em Portugal Continental. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais