A construção no país
Grupo Marktest, 29 junho 2004

placeholder Depois de uma década de aumento no número de licenças concedidas pelas câmaras municipais para a construção de edifícios, este indicador tem apresentado quebras nos últimos anos.

Depois de uma quebra de 1991 para 1992, o número de licenças concedidas manteve uma trajectória ascendente ao longo dos últimos anos. A partir de 1999, no entanto, a tendência tem sido para um contínuo decréscimo até 2001, correspondendo a uma diminuição de 4009 licenças (-6.8%) nesses dois anos.

Considerando os anos extremos, 1991 e 2001, a Região Autónoma dos Açores foi aquela que evidenciou maior aumento no número de licenças concedidas pelas câmaras municipais para a construção de edifícios, mais 31.7%. Também a região Litoral Centro viu esse número aumentar 5.1% entre esses dois anos. Nas restantes regiões houve diminuição deste indicador.

Porto Santo, Alvito, Arronches, Santa Cruz das Flores, Horta, Matosinhos, Setúbal, Sesimbra, Lajes das Flores e Oliveira de Frades foram os concelhos que registaram maior aumento no número de licenças concedidas entre 1991 e 2001.

Nos mapas representa-se a distribuição deste indicador por concelhos em 1991 e em 2001.

Estes são alguns dos elementos que poderá consultar na análise Os Concelhos Portugueses 1992-2002, que a Marktest.com produziu recentemente. Todos os números aqui referidos estão disponíveis por concelho. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais