Índice de Expectativa continua a subir
Grupo Marktest,  19 agosto 2004

Os dados do mês de Julho do Barómetro Marktest/DN/TSF indicam que o Índice de Expectativa atingiu o valor mais elevado dos últimos tempos: 52, indicador de Optimismo Moderado.

Apesar da população feminina se manter pessimista (49.2) ela é compensada pela masculina, que regista um índice de expectativa de 55.

Por grupo etário, observa-se que é a população mais jovem (entre os 18 e os 34 anos) aquela que faz o índice subir, já que nesta faixa etária o seu valor é de 62.2 e nas restantes faixas (35 a 54 anos e mais de 55 anos) o valor da expectativa mantém-se abaixo de 50. É ainda de salientar que na população com mais de 55 anos o índice chegou mesmo a baixar 2.7 pontos entre Junho e Julho.

placeholder

A população cuja intenção de voto é PSD é claramente mais optimista que aquela cuja intenção de voto é PS. De facto, os eleitores PSD aproximam-se do Optimismo Acentuado (com um índice de 74.7), enquanto que entre os eleitores PS o índice de expectativa não vai além dos 41.7, pessimismo moderado.

No que respeita às Regiões Marktest, é possível identificar alterações no optimismo/pessimisto destas. O Interior Norte, com um índice de 58.3, apresenta-se como o mais optimista, seguido da Grande Lisboa (55.8) e do Litoral Centro (54). Abaixo de 50 está o Grande Porto (49.8), o Litoral Norte (45.8), com uma quebra de 6.4 pontos relativamente ao mês anterior, e o Sul (42), sendo esta a região mais pessimista e a que apresentou maior quebra face a Junho (menos 9.9 pontos).

placeholder

Consulte a Ficha Metodológica do Barómetro Político Marktest/DN/TSF.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais