Tipos de programas na Tv

Grupo Marktest,  10 setembro 2004

No primeiro semestre de 2004 a emissão de programas de ficção ocupou a maior parte da grelha dos canais nacionais generalistas, de acordo com os dados da MediaMonitor.

No primeiro semestre de 2004, RTP1, 2:, SIC e TVI dedicaram 22.7% da sua grelha a programas de ficção, em emissões que tiveram uma duração média diária perto das cinco horas e meia por canal.

O segundo tipo de eventos televisivos com maior duração nestes canais foi a publicidade, que representou 18.9% da emissão do semestre, num média diária de quatro horas e meia por canal.

Os programas de informação ocuparam o terceiro lugar na oferta dos canais, representando 17.4% das suas grelhas, com uma média diária superior às quatro horas por canal.

Divertimento, Cultura Geral e Conhecimento, Juventude e Desporto foram os outros tipos de programas com maior oferta na televisão. Arte e Cultura foi o menos frequente, não representando mais que 0.2% da emissão e programas de outros tipos representaram 3.6% das grelhas destes canais.

Uma análise das audiências destes tipos de programas permite outras conclusões. Se a ficção se mantém como o tipo de programas mais vistos pelos portugueses, representando 30.8% da recepção, já a informação sobe para segundo lugar, ocupando 24.5% da "procura". Programas de divertimento foram, no primeiro semestre deste ano, o terceiro tipo de programas com maior audiência, com um peso de 16.9% do total.

A leitura da relação entre a "oferta" televisiva e a sua "procura" é dada pelo índice alpha, que mede o peso que a recepção tem em relação ao peso da emissão - valores acima de 100 indicam "performances" acima da média e vice versa. Essa análise é apresentada no gráfico seguinte para o primeiro semestre de 2003 e de 2004.

A análise do gráfico permite constatar que em ambos os períodos considerados os tipos de programas com índice superior a 100 foram o desporto, divertimento, ficção e informação. De destacar o caso do desporto, que no primeiro semestre de 2004 apresenta um índice extremamente positivo - certamente como reflexo da realização em Portugal do Euro 2004.

Os programas de arte e cultura, desporto, ficção, juventude e publicidade evidenciaram maior índice alpha no primeiro semestre de 2004 do que no período homólog de 2003. Pelo contrário, observou-se uma quebra deste índice em programas de cultura geral e de divertimento. Os programas de informação e outros programas mantêm um índice semelhante nos dois períodos.

Nota Metodológica

Coeficiente Alfa (Alp%)

Avalia a eficiência do evento, isto é, a relação entre o total de minutos contactados e o total de minutos emitidos, reflectindo o contributo daquele evento para os níveis de audiência do canal.

= 100: O suporte/evento em análise apresenta um peso equivalente à média global do respectivo canal.
< 100: O suporte/evento apresenta um desempenho inferior à média global do canal.
> 100: O suporte/evento contribui positivamente para o desempenho global do respectivo canal, dado apresentar uma audiência média superior à média global do canal.

Exemplo:

Poderemos concluir que o Evento C contribui positivamente para o desempenho do respectivo canal, dado apresentar uma audiência média quase três vezes superior à do canal.

Consulte o critério usada na classificação das Tipologias de programas.

Tipologias
  • Ficção - Classifica-se nesta categoria todos os filmes, séries, telenovelas e teatro.
  • Eruditos - Todos os programas e espectáculos do tipo ópera, bailado, música clássica e jazz.
  • Variedades/Divertimento - Engloba os programas musicais, concursos, circos, programas de humor, talk-shows, reality-shows, etc.
  • Informação - Todos os programas ou acontecimentos noticiosos em directo ou diferido.
  • Cultura/Conhecimento - Documentários de carácter técnico, cultural e científico.
  • Desporto - Transmissões directas e diferidas de programas desportivos.
  • Juventude - Desenhos animados, filmes animados e programas/jogos de carácter educativo/juvenil.
  • Publicidade - Esta tipologia inclui todos os filmes publicitários, magazines publicitários, patrocínios e televendas.
  • Diversos - Engloba intervalos de auto-promoção, promoção de programas, mira-técnica, etc.
  • Programas Eróticos - Programas com apontamentos ou reportagens de carácter sensual/sexual.
  • Outros - Todos os programas que não possam ser incluídos em nenhuma das tipologias anteriores.


Esta análise foi realizada com o software Telereport da MediaMonitor. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Notícias da mesma semana

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais