Separação de lixo doméstico aumenta
Grupo Marktest,  7 setembro 2004

placeholderSegundo os resultados de uma sondagem realizada pelo Fonebus da Marktest, o hábito de separar lixo doméstico para reciclar aumentou entre os lisboetas e portuenses.

placeholderDe acordo com os dados da sondagem da Marktest, 82.5% dos residentes nas regiões da Grande Lisboa e do Grande Porto têm o hábito de separar e colocar em contentores próprios papel, cartão, vidro, embalagens, plásticos, pilhas ou outros materiais recicláveis. Este indicador registou um crescimento de 8% relativamente a 2002, quando 76.4% dos lisboetas e portuenses afirmavam ter os mesmos hábitos.

Em 2004, os materiais separados para reciclar são sobretudo papel/cartão, referido por 89.4% dos inquiridos que diz fazer separação de lixo doméstico, vidro, citado por 86.5% dos entrevistados, e embalagens/plásticos, apontado por 74.5% deles. A separação de pilhas tem menos "adeptos", tendo sido referida por 14.4% dos inquiridos nesta sondagem. Houve ainda 2.4% de entrevistados que referiu outros materiais e 0.5% não soube responder à questão.

Relativamente aos resultados obtidos em 2002, é de referir o aumento no hábito de separação de embalagens/plásticos, que registou um acréscimo de 11.2%, e no hábito se separar papel/cartão, que aumentou 4.8%. Pelo contrário, a separação de vidro e de pilhas notaram um decréscimo relativamente àquele período, de 1.7% e de 21.3%, respectivamente.

placeholder

A sondagem da Marktest teve a seguinte Ficha Metodológica. Consulte-nos para mais informações sobre este assunto.

Notícias da mesma semana

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais