Doce Fugitiva na primeira semana
Consulte as audiências da primeira semana da novela Doce Fugitiva, da TVI, numa análise da MediaMonitor.
MediaMonitor,  3 novembro 2006

Doce Fugitiva é a nova novela da TVI centrada na história de Maria Estrela (interpretada por Rita Pereira) que, na altura em é transportada para a penitenciaria onde aguarda julgamento, sofre um acidente e vê uma oportunidade para assumir a identidade de Maria do Anjos, uma noviça e mestre em doçaria conventual e chocolates, que vai tentar salvar a fábrica de chocolate dos Noronha da ruína. Para conservar a sua identidade, Maria Estrela tem que viver inúmeras aventuras...

placeholder

O primeiro capítulo foi transmitido a 24 de Outubro, terça-feira, tendo obtido o melhor registo até ao momento, com 18.4 de audiência média e 42.5% de share. A 28 de Outubro, sábado, esta novela atingiu o valor mais baixo da semana, com 11.4% de audiência média e 325 de share. Na primeira semana foram transmitidos 5 episódios, que registaram 14.2% de audiência média e 36.2% de share.

placeholder

Os 5 episódios foram contactados por 5.996.100 dos indivíduos que constituem o universo.

placeholder

No perfil de audiência, esta novela regista a melhor adesão no Interior. Já em relação à classe social é a preferida dos indivíduos da classe C2. Por Género, domina a população feminina com um consumo de audiência acima dos 60%. Por faixa etária, regista-se uma melhor adesão junto dos indivíduos com mais de 64 anos.

placeholderplaceholder
placeholderplaceholder
placeholderplaceholder
placeholderplaceholder

Análise realizada pela MediaMonitor com base em dados retirados do MMW/Telereport.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais
  • QSP Summit

    O QSP SUMMIT afirma-se como a mais relevante Conferência de Management e Marketing da Europa.

    28 a 30 de junho de 2022

    QSP - Consultoria de Marketing

    Feira Internacional do Porto, Matosinhos

    info@qspsummit.pt

  • Data Science Analytics Course

    Curso online, dirigido a todos os profissionais e empresas de estudos de mercado, que queiram entender melhor o campo florescente da Data Science.

    30 de junho de 2022

    APODEMO em colaboração com a MRS

    apodemo@apodemo.pt