svg-spacer
Barómetro Telecomunicações

Criado em 1997, o Barómetro Telecomunicações, estudo regular da Marktest para o sector, tem procurado proporcionar aos nossos clientes uma visão global, abrangente e evolutiva dos comportamentos, atitudes e perceções que o consumidor português tem face às telecomunicações.

Anualmente o estudo tem sofrido as adaptações necessárias à atualização que se impõe, em virtude das modificações que o próprio sector tem imprimido ao longo destes anos. Não só a nível metodológico como a nível da informação disponibilizada, o Barómetro Telecomunicações tem procurado também realizar anualmente uma atualização dos indicadores, tal como adaptar-se a uma nova realidade que assenta na convergência de múltiplas plataformas: voz fixa, voz móvel, internet e tv.

Desde o seu inicio, que o Barómetro das Telecomunicações que tem mantido a sua metodologia em vigor, através do método da entrevista telefónica (Cati System). Em 2007, o Barómetro Telecomunicações apresentou uma nova metodologia de recolha, metodologia de recolha mista (móvel+fixo), com o recurso a entrevistas telefónicas realizadas para a voz móvel, como resposta ao facto de existir uma elevada presença de lares sem serviço de voz fixa.

Nos últimos 10 anos, o sector das telecomunicações em Portugal tem sofrido profundas alterações, nomeadamente com o surgimento de novas potencialidades e serviços inovadores por parte dos operadores de telecomunicações, é o caso das ofertas 2play, 3play, 4play. Estas ofertas tentam posicionar-se como diferenciadoras e competitivas, nomeadamente na divulgação constante de novas aplicações e funcionalidades associadas a cada um dos serviços.

Uma das últimas apostas dos operadores das telecomunicações está assente na mobilidade, que passa pela disponibilização de várias opções de acesso a conteúdos, seja no ‘smartphone', ‘tablet', computador ou televisão.

Por outro lado, no contexto actual de condições económicas desfavoráveis, encontra-se a oferta de pacotes de serviços de TV e Voz Fixa de gama mais baixa, direcionados aos clientes que foram afectados pelo desligamento do sinal analógico.

Ao nível do mercado da voz móvel, assiste-se ao crescimento da penetração de smartphones versus feature phone.

Paralelamente, sente-se uma cada vez maior exigência por parte dos consumidores sendo também neste campo que os operadores se tentam distinguir não só ao nível da inovação e da qualidade do produto, como ao nível da qualidade de serviço e no contacto/apoio ao cliente.

Consideramos por isso que o Barómetro de Telecomunicações é uma ferramenta que ajuda a conhecer o mercado de telecomunicações e os consumidores. Por essa razão procuramos anualmente ajustar esta ferramenta à realidade vigente, tendo como principais objectivos uma avaliação global da oferta integrada de serviços, e uma análise detalhada do consumo, percepção e satisfação de cada um deles.

Metodologia:

Universo

O universo em estudo é constituído por indivíduos com 15 e mais anos residentes em Portugal (INE- 8.988.000 Indivíduos).

Amostra

Mensalmente é recolhida uma amostra proporcional ao universo em estudo e representativa do mesmo, ao nível das variáveis sexo, idade e região Marktest. A amostra mensal é de 1000 entrevistas, perfazendo um total de 12.000 entrevistas anuais.

Método de Selecção da Amostra

A selecção amostral decorre através de um processo polietápico que seguidamente pormenorizamos:

  • 1ª fase: Estratificação Geográfica (Região Marktest)
  • 2ª fase: Estratificação Geográfica (Distrito)
  • 3ª fase: Selecção do Elemento Amostral (Indivíduo)

A selecção dos indivíduos a inquirir será efetuada aleatoriamente, através do método de quotas, tendo em consideração as variáveis:
  • Sexo;
  • Idade;
  • Região Marktest

Recolha da Informação

A recolha da informação decorrerá de uma forma regular e contínua com recurso ao Sistema CATI (Computer Assisted Telephone Interview). A recolha da informação é suportada por um questionário estruturado, consti¬tuído por perguntas fechadas, semi-abertas e abertas. A recolha da informação é conduzida a partir dos escritórios da Marktest, em Lisboa, por uma equipa de entrevistadores com experiência na condução de entrevistas telefónicas e que recebem formação específica para a condução deste estudo. Todo o trabalho de recolha será coordenado e supervisionado in loco pelos coordenadores do estudo.

A recolha de informação assenta na rede fixa e rede móvel, sendo realizadas 80% das entrevistas previstas para a rede móvel e 20% para a rede fixa.

Os números de telefone são gerados aleatoriamente dentro das gamas atribuídas pela ANACOM.

Controle de Qualidade

Após a fase de recolha de informação, a Marktest procederá à análise das entrevistas validando possíveis incongruências. O controle de qualidade dos dados recolhidos será aplicado em 2 fases: Revisão integral e Validação de consistência.

  1.  Revisão integral: Todos os questionários são revistos digitalmente para detetar incongruências e omissões de resposta.
  2.  Validação de consistência de respostas.
  3.  Escuta das entrevistas gravadas com consentimento para tal

Apresentação de resultados:

Os resultados do estudo, serão apresentados mensalmente, tendo por base de análise o trimestre móvel ou seja uma base amostral de 3000 entrevistas.

Os resultados do estudo serão extrapolados e ponderados para o universo de Indivíduos e Lares.

Os principais indicadores de Barómetro Telecomunicações são:

  • Notoriedade de operadores de telecomunicações;
  • Satisfação Global e Recomendação com os operadores;
  • Penetração de pacote de serviços, Marktet Share de operadores, tipologia do pacote, antiguidade de cliente e intenção de mudança;
  • Penetração de serviço de Voz Fixa, Marktet Share de operadores e satisfação com o serviço;
  • Penetração de serviço de Voz Móvel, Marktet Share de operadores, serviços utilizados, tipo de contrato, tarifário e satisfação com o serviço;
  • Penetração de internet, Marktet Share de Operadores, tipo de acesso e satisfação com o serviço;
  • Penetração de serviço de pay tv, Market Share de Operadores, satisfação com o serviço e subscrição de canais premium;
  • Serviços de Streaming: notoriedade, penetração, Market Share e tipo de subscrição;

Os resultados do estudo são fornecidos ao cliente em suporte digital, através do site mpt.marktest.pt/mpt/, que é uma ferramenta de visualização de dados online que contem para além dos quadros de tabulação e metodologia, análises gráficas de todos os indicadores do estudo. Os resultados do estudo são analisados pelas diferentes variáveis sócio-demográficas e outras variáveis de análise pertinentes.

É ainda disponibilizado um software, desenvolvido pela Marktest, de análises Crosstab e Análises Estatisticas que possibilita os clientes trabalharem os dados in loco (MRW/Marktab Software).

Adicionalmente, são realizadas outras análises estatísticas sobre os indicadores em recolha, que a Marktest disponibiliza informando os seus clientes.

 
placeholder
Empresa
Direcção
Directora
Directora Adjunta
Área
E-mail

Área de Clientes

Faça login aqui