Lisboetas e Portuenses mais preocupados com o ambiente
Grupo Marktest, 31 agosto 2004

placeholderOs residentes nas regiões da Grande Lisboa e Grande Porto inquiridos pelo Fonebus da Marktest revelam-se mais preocupados com as questões da protecção ambiental do que há dez anos atrás.

Numa altura em que as questões ambientais estão na ordem do dia, nem sempre pelos melhores motivos, a Marktest.com Notícias solicitou à Marktest a realização de uma sondagem para conhecer as opiniões e hábitos dos lisboetas e portuenses face às questões sobre a protecção do ambiente, repetindo uma sondagem realizada há dois anos atrás.

Na sondagem, realizada no passado dia 12 de Agosto, 92.9% dos inquiridos revelavam estar mais preocupados hoje do que há uma década atrás face às questões da protecção do ambiente. Este número representa um aumento relativamente à situação verificada em anterior sondagem, quando 86.8% dos inquiridos também dava esta resposta.

As mulheres estão mais preocupadas com este tema do que os homens, já que 94.2% dos inquiridos do sexo feminino responderam estar hoje mais preocupados com estas questões, face aos 91.2% dos inquiridos do sexo masculino que também foram dessa opinião.

A idade dos inquiridos revela-nos uma situação interessante, já que são os indivíduos entre os 55 e os 64 anos os que mais afirmam ter hoje maiores preocupações com estas questões do que há dez anos atrás (97.1%). Também os jovens entre os 18 e os 24 anos se mostram hoje mais conscientes: 96.9% diz preocupar-se mais do que antes.

Quanto às regiões, é na Grande Lisboa que encontramos maior taxa de respostas indicando uma maior preocupação, com 94.5% de respostas, face aos 89.8% de inquiridos do Grande Porto que também deram essa resposta.

placeholder

Na sondagem, houve ainda 4.4% de inquiridos que afirmou preocupar-se o mesmo que há 10 anos relativamente às questões de protecção do ambiente; 2.4% afirmou que estas questões o preocupavam menos e 0.4% não soube responder.

A sondagem realizada pela Marktest teve a seguinte Ficha Metodológica. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais