Intenção de compra de automóveis
Grupo Marktest, 31 agosto 2004

placeholder De acordo com elementos recolhidos no estudo Publivaga da Marktest, o número de lisboetas e portuenses que tenciona trocar ou comprar um novo automóvel nos próximos 6 meses diminuiu no primeiro semestre de 2004 relativamente ao último semestre do ano transacto.

São 9.9% os residentes na Grande Lisboa e no Grande Porto entre os 18 e os 64 anos que tencionam trocar ou comprar um novo automóvel nos próximos 6 meses, um valor que baixa 9.2% relativamente ao semestre anterior, mas que aumenta 6.5% face ao semestre homólogo de 2003.

No último semestre de 2003 o indicador situava-se nos 10.9% e no primeiro semestre de 2003 o valor era de 9.3%.

placeholder Numa análise para o acumulado anual, vemos como o indicador tem revelado sempre uma tendência decrescente, situando-se nos 10.4% em 2002 e nos 10.1 em 2003.

No período analisado, foi em 2000 e em 2002 que se registaram as maiores quebras nas intenções de compra de automóvel.

O indicador recolhido no Publivaga mostra ter uma correlação positiva bastante forte com as vendas observadas pela ACAP nos semestres posteriores - o coeficiente de correlação é de 0.84, um valor que, por se encontrar perto da unidade, se revela significativo do ponto de vista estatístico.

Isso mesmo pode ser observado no gráfico que apresentamos, que representa os valores obtidos pelo Publivaga relativamente à intenção de trocar ou comprar automóvel e as vendas de automóveis ligeiros registadas pela ACAP.

De notar, por exemplo, a subida das intenções de compra do 1º para o 2º semestre de 2003, que se reflectiu no aumento das vendas verificado no primeiro semestre de 2004.

placeholder

Os dados utilizados nesta análise têm como fontes a ACAP e o estudo Publivaga da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais