Telemóveis com carregamentos obrigatórios
Grupo Marktest, 31 agosto 2004

placeholderA posse de cartão recarregável com carregamentos obrigatórios é o mais comum entre os portugueses com 15 e mais anos, segundo os resultados do Barómetro de Telecomunicaçãoes da Marktest.

Segundo os resultados deste estudo para o bimestre Março/Abril de 2004, 43.6% dos residentes em Portugal com 15 e mais anos possui cartão recarregável com carregamentos obrigatórios no número de telemóvel que utiliza mais frequentemente. Há 37.1% de indivíduos com cartão recarregável sem carregamentos obrigatórios, 13.7% com assinatura mensal e 2.8% com pacote de minutos; 2.7% não sabe responder à questão.

A taxa de penetração dos cartões com carregamentos obrigatórios é superior junto das mulheres (46.9%), dos indivíduos entre os 20 e os 24 anos (65.4%), dos residentes na Grande Lisboa (51.3%) e das classes alta e média alta (45.9%). Já o cartão sem carregamentos obrigatórios é mais frequente junto dos indivíduos entre os 45 e os 54 anos (46.9%), dos residentes no Interior Norte (46.1%) e das classes média baixa e baixa (45.2%). Quanto à assinatura mensal, destacam-se os homens (17.6%), os indivíduos entre os 35 e os 44 anos (16.9%), os residentes nas Regiões Autónomas (17.9%) e as classes alta e média alta (23.9%).

Se o mais frequente é a posse do cartão com carregamentos obrigatórios, junto de alguns targets essa constatação não é verdadeira. Assim, os inquiridos com mais de 34 anos revelam maior taxa de penetração de cartão sem carregamentos obrigatórios do que de cartão com carregamentos obrigatórios, tal como os residentes no Interior Norte e nas Regiões Autónomas e os indivíduos que pertencem às classes sociais média baixa e baixa.

placeholder

Esta análise teve como base os resultados do bimestre de Março e Abril de 2004 do estudo Barómetro de Telecomunicaçãoes da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais