Casa Pia em notícias
Grupo Marktest,  2 dezembro 2004

placeholder Dois anos depois de uma investigação SIC/Expresso ter dado voz às suspeitas de pedofilia na Casa Pia, teve início no passado dia 25 de Novembro o julgamento do processo mais mediático da história recente nacional.

Em aproximadamente dois anos, o caso Casa Pia ocupou jornais, televisões e rádios, numa cobertura que não tem paralelo entre nós. De 22 de Novembro de 2002 a 25 de Novembro de 2004, só nos serviços regulares de informação da RTP1, 2:, SIC e TVI passaram mais de 315 horas de notícias, num total de 8251 peças jornalísticas relacionadas com este assunto, de acordo com os dados do serviço Telenews da MediaMonitor. Uma matéria com muito peso, de facto, e que em determinados momentos deste período chegou a ocupar mais de metade do tempo informativo regular.

placeholder placeholder
placeholder placeholder

Do total de 8251 notícias emitidas tendo como motivo central o denominado caso Casa Pia, 36.2% passaram na TVI (2988), 30.1% (2485) foram da responsabilidade da SIC, 24% (1980) foram emitidas pela RTP1 e 9.7% (798) foram divulgadas pela 2:.

Em duração, do total de 315 horas, 28 minutos e 57 segundos dedicados a este tema, 35.1% foi exibido nos écrãs da TVI, 29.5% passou na SIC, 25% teve lugar na RTP1 e 10.4% foi emitido na 2:.

As notícias sobre o caso Casa Pia tiveram maior audiência na SIC, onde registaram 9.8% de audiência média, com 920 500 espectadores, em média. Na TVI, o tema foi seguido, em média, por 876 500 espectadores, 9.3% de audiência média. Na RTP1 estas notícias obtiveram 8.8% de audiência média (827 000 espectadores) e na 2: a audiência média das notícias foi de 2.4% (227 100 espectadores).

Mas, em visibilidade (medida através da poderação da duração das notícias pela sua audiência) foi a TVI que liderou. De toda a informação vista sobre este caso, 38.0% foi na TVI, 33.5% foi da responsabilidade da SIC, 25.6% da RTP1 e 2.9% da 2:.

Este tema foi pela primeira vez apresentado na televisão numa notícia da SIC, que, no dia 22 de Novembro de 2002, abriu o seu Jornal da Noite pelas 20:00:13 com uma notícia com duração de 27 segundos, onde afirmava Investigação Sic/Expresso apresenta o que poderá ser o mais importante e chocante caso de pedofilia. Este assunto teve o seu desenvolvimento pelas 20:05:02, com a seguinte notícia: Centenas de crianças da Casa Pia de Lisboa poderão ter sido violadas ao longo de 30 anos. O acusado é funcionário da instituição. O depoimento e exames físicos de um menor de 15 anos levam a PJ a investigar este caso (veja a notícia que então divulgámos sobre este assunto).

Tal como mostra o gráfico seguinte, este tema nunca deixou de estar presente no alinhamento dos jornais televisivos em todo o período analisado. Depois de nos últimos dias de Novembro de 2002 o assunto ter sido muito focado nas notícias de televisão (com 485 notícias e 21 horas de duração em nove dias), o assunto torna-se menos frequente entre Dezembro de 2002 e Janeiro de 2003, quando passaram 374 peças em 14 horas de informação regular, para em Fevereiro de 2003 se assistir a um dos momentos em que mais atenção se dirigiu a este assunto.

placeholder

No período em análise, há quatro picos importantes quer de tempo noticioso quer de notícias associadas, depois dos quais o tema tende a decair de importância, embora mantendo sempre a sua presença nas notícias. Os meses em que mais notícias e mais tempo foi dedicado ao caso Casa Pia foram Fevereiro de 2003, Maio de 2003, Setembro de 2003 e Outubro de 2003. Depois deste mês, tem havido uma tendência de quebra na cobertura deste assunto.

Em Fevereiro de 2003, foram 760 as notícias que tiveram como tema o caso Casa Pia, por um total superior a 3 horas. Esse mês corresponde ao início das acções visíveis da Polícia Judiciária sobre o caso, de que a detenção de Carlos Cruz a 1 de Fevereiro é provavelmente a mais mediática.

Em Maio de 2003 novamente este tema conhece grande mediatização, ocupando mais de 33 horas dos serviços informativos regulares das televisões, com a emissão de 852 notícias sobre o caso. O prolongamento da prisão preventida de Carlos Cruz por mais três meses e as detenções de Hugo Marçal, Jorge Ritto e Paulo Pedroso, que ficam presos preventivamente, marcam as notícias desse mês.

Em Setembro desse ano assiste-se de novo a um incremento nas notícias sobre este caso, num total de 672 peças com duração de mais de 26 horas. Nessa altura, eram notícia sobretudo on incidentes de recusa do juiz de instrução do caso, com os advogados de defesa a pedirem o afastamento de Rui Teixeira.

No mês seguinte, um novo pico de notícias, com a emissão de 35 horas e 902 notícias. Desta vez, os assuntos mais focados começam por ser as decisões do Tribunal Constitucional contra as tomadas pelo Tribunal da Relação e a vontade de Carlos Cruz em ser ouvido pelo juiz e a recusa deste. A libertação de Paulo Pedroso, a 8 de Outubro, aparece como o tema forte deste mês.

Em Novembro e Dezembro de 2003, o caso Casa Pia motiva 724 notícias com duração total de 24 horas e 45 minutos e em 2004 (de Janeiro a 25 de Novembro) o tema foi objecto de 2111 peças informativas, com duração de mais de 77 horas.

Esta análise foi realizada com o software e-telenews.com da MediaMonitor, para o período compreendido entre 22 de Novembro de 2002 e 25 de Novembro de 2004. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Notícias da mesma semana

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais