Índice de Expectativa sobe ligeiramente

Grupo Marktest,  9 dezembro 2004

De acordo com os dados do Barómetro Político Marktest/DN/TSF, o índice de expectativa apresentou no último mês uma ligeira subida, face aos últimos dois meses, chegando a Novembro com um valor de 36.9.

A população feminina mantém-se como a mais pessimista, com um índice de expectativa de 33.5, enquanto que este índice entre a população masculina é de 40.4.

Em termos de grupos etários a população mais pessimista encontra-se entre os 35 e os 54 anos (com um índice de 33.6), seguida da população com mais de 55 anos (34.7). A população mais jovem (dos 18 aos 34 anos) continua a ser a menos pessimista com um índice de 42.5.

É ainda de salientar que entre Outubro e Novembro o índice de expectativa subiu na faixa etária mais pessimista e diminuiu na faixa etária mais jovem e na mais idosa, que são as menos pessimistas.

No que respeita ao índice de expectativa na população por intenção voto, verifica-se que este índice desce, tanto naqueles cuja intenção de voto é PSD (de 55.7 em Outubro para 54.5 em Novembro) como naqueles em que intenção de voto é PS (de 29 para 28.8 no mesmo período).

O indice de expectativa por região Marktest mantém a situação de Pessimismo Moderado (i.e, o valor do índice de expectativa está entre entre 25 e 50).

A região da Grande Lisboa, manteve-se em Novembro como a região menos pessimsita (com um índice de 40.2), seguida do Litoral Norte com 39.2.

A região Sul foi a terceira menos pessimista e simultaneamente, a que mais subiu em termos de índice de expectativa - de 28, em Outubro, para 36.9 em Novembro.

O Litoral Centro manteve o mesmo índice (35.4) e o Grande Porto diminuiu ligeiramente, comparando os últimos dois meses (de 35.8 para 35).

A região mais pessimista foi o Interior Norte com um índice de 33.7.

Consulte a Ficha Metodológica do Barómetro Político Marktest/DN/TSF e contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais