PS mantém liderança nas intenções de voto

Grupo Marktest,  3 fevereiro 2005

Ao iniciar o novo ano, os portugueses com 18 e mais anos residentes em Portugal Continental, mantiveram a sua preferência no Partido Socialista, em termos de intenções de voto, preferência essa que se vem verificando desde o Barómetro Marktest/DN/TSF de Novembro de 2003.

O PS mantém assim a sua liderança em termos de intenções de voto, com 45.1%, e o PSD também permanece no segundo lugar, acentuando no entanto a diferença face ao primeiro partido, com 27.7%.

Face a Novembro de 2004, observa-se em Janeiro de 2005 uma diminuição nas intenções de voto nestes dois partidos. Com efeito, verificou-se uma quebra de 4.2 pontos percentuais no PS e uma quebra de 4.7 pontos percentuais no PSD.

Como se pode observar no gráfico, o CDS-PP foi o partido onde se verificou uma maior subida, de 4.2 pontos percentuais entre Novembro de 2004 e Janeiro de 2005, obtendo agora 6.3% das intenções de voto. Apesar desta subida, este partido continua a recolher menor percentagem de intenções de voto.

Também no Bloco de Esquerda e na Coligação CDU (PCP/PEV) se verificou uma subida no que respeita às intenções de voto, com uma subida de 2.3 pontos percentuais para o primeiro e de 1.3 pontos percentuais para a CDU.

A CDU (PEP/PEV), que era desde Julho de 2004 a terceira força política em termos de intenções de voto, cede agora o lugar ao Bloco de Esquerda, que se apresenta em Janeiro de 2005 com 8.1%. A CDU passa assim para quarto lugar, com 7.7% das intenções de voto.

O Barómetro Marktest/DN/TSF de Janeiro foi realizado segundo a seguinte Nota Metodológica. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais