Usar champô de tratamento

Grupo Marktest,  7 fevereiro 2006

O estudo Consumidor 2004 da Marktest contabiliza, no Continente, mais de 1,5 milhões de consumidores de champô de tratamento.

São 1 558 mil os residentes no Continente com 15 e mais anos que costumam utilizar champô de tratamento, um número que corresponde a 18.7% do universo em estudo.

Uma análise por região, mostra que é no Litoral Centro que o produto tem maior penetração, onde é consumido por 21.0% dos seus residentes.

As mulheres usam mais este tipo de champô do que os homens. São 22.2% as mulheres que usam champô de tratamento, enquanto nos homens não ultrapassa os 14.9%.

É entre os 25 e os 34 anos que encontramos maior taxa de utilização destes produtos, consumidos por 23.2% dos indivíduos desta faixa etária.

Nas classes sociais, é na alta e na média alta que o produto apresenta maior penetração, com 25.2% e, nas ocupações, são os quadros médios e superiores os que se destacam, com 30.7% destes indivíduos a afirmar usar este tipo de champô.

Uma análise do perfil sócio-demográfico dos consumidores de champô de tratamento mostra que 58.3% deles reside nas regiões da Grande Lisboa, Litoral Centro ou Interior Norte, 62.0% são mulheres, 59.3% têm entre 25 e 54 anos, 53.8% pertencem às classes sociais alta, média alta e média e 53.2% são reformados ou exercem ocupações de quadros médios e superiores ou trabalhadores qualificados.

Esta análise foi realizada com base nos resultados do estudo Consumidor 2004 da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais