Aumenta consumo de cereais no lar

No Continente, o consumo de cereais tem aumentado nos últimos anos, de acordo com os dados do estudo Consumidor da Marktest. Em 2005, há 2,3 milhões de lares que consomem este produto.

Grupo Marktest,  1 agosto 2006

O Consumidor 2005 contabiliza 2 298 mil lares no Continente onde se consomem cereais de pequeno almoço e lanche, um valor que representa 65.5% do universo em estudo. Este número tem aumentado nos últimos anos - 36.2% entre 2001 e 2006.

Na análise da penetração deste produto, a classe social e a ocupação do chefe de família (indivíduo que contribui com maior rendimento para o lar) são as variáveis mais dicriminantes.

O consumo deste produto atinge 84.9% de penetração nos lares onde o chefe de família tem ocupação de quadro médio e superior e 82.3% nos lares da classe alta e média alta.

Os lares com donas de casa (indivíduo responsável pelas compras do lar) mais jovens também observam maiores taxas de consumo deste produto, tal como os lares da Grande Lisboa e do Grande Porto e os que têm jovens entre os 7 e os 13 anos.

Numa análise do perfil sócio-demográfico dos lares que consomem cereais, vemos que 41.3% deles se localizam nas regiões da Grande Lisboa e Litoral Norte, 58.0% têm dona de casa com idades entre os 35 e os 54 anos, 58.7% pertencem às classes sociais média ou média baixa e em 49.9% os chefes de família são inactivos ou exercem ocupações como trabalhadores qualificados.

Esta análise foi realizada com base nos resultados do estudo Consumidor da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais