MediaMonitor TV Tops
Tops de audiências e protagonistas da semana de 11 a 17 de Junho de 2007.
MediaMonitor, 26 junho 2007

placeholder O Euro 2007 de sub. 21 a decorrer na Holanda, transmitido pela TVI, ocupa as primeiras posições do Top seguido da novela Ilha dos Amores. O Telejornal, na quarta posição, foi o único programa da RTP1 no top. A SIC fez-se representar no Top 10 Programas pela novela Páginas da Vida, que manteve a sétima posição, o Jornal da Noite, que reentrou no top, e a Reportagem SIC - O Mundo ao Contrário - a fechar o Top com 11.3% de audiência média e 29% de share.

placeholder

A semana de 11 a 17 de Junho ficou preenchida pela pré-campanha para as Eleições Intercalares de Lisboa, as festas do Santo António de Lisboa e o caso Madeleine Mccann que contou com novos desenvolvimentos.

A liderança do Top Protagonsitas continua a pertencer ao Primeiro-ministro, José Sócrates. O destaque da sua intervenção vai para a suspensão por 6 meses das decisões acerca do novo aeroporto. Este interregno vai permitir efectuar um estudo comparativo com a nova proposta de localização em Alcochete, apresentada num estudo da CIP. O Primeiro-ministro inaugurou o maior Açude insuflável do país em Abrantes.

Na segunda posição ficou António Costa, Candidato pelo PS à CM de Lisboa devido às iniciativas de pré-campanha para as Eleições Intercalares para a CM de Lisboa.

Na 3ª posição do Top Protagonistas surge Telmo Correia, candidato do CDS-PP à CM de Lisboa e líder parlamentar do partido. A discussão parlamentar acerca das incidências da escolha da localização do novo Aeroporto de Lisboa, onde o CDS-PP defende uma solução de manutenção do aeroporto na Portela em conjunto com outra localização. De destacar, também as iniciativas que promoveu no âmbito da de pré-campanha para as eleições intercalares para a CM de Lisboa.

placeholder

Outras notícias em destaque:

A passagem de testemunho na Presidência da União Europeia acontece a 1 de Julho. O Primeiro-ministro, de visita à Eslováquia, expõe os objectivos da presidência portuguesa.
O Governo e a FESAP alcançaram um acordo para a reforma da administração pública. Os restantes sindicatos, STE e Frente Comum, ficam de fora.
O Governo vai abdicar de uma parte do imposto sobre os produtos petrolíferos para financiar a rede rodoviária nacional.
A comissão de financiamento da saúde recomendou o fim das isenções às taxas moderadoras para dadores de sangue.
O Programa Novas Oportunidades já conta com 250 mil inscritos. Este programa decorre em algumas empresas.
No Caso Madeleine: depois de esgotada a chamada pista Holandesa, os pais da criança desaparecida estão em Marrocos para sensibilizar as autoridades locais.
O Ministro Manuel Pinho anunciou que as exportações bateram o record da década.
A PT anuncia a separação da rede de cabo da de cobre e o lançamento de um pacote de telefone, Internet e TV.
As regras da fiscalidade automóvel vão ser alteradas no final deste mês: o imposto automóvel na altura da compra diminui mas o imposto de circulação aumenta. No cálculo do imposto entra a componente ambiental.
O primeiro transplante de células estaminais do sangue do cordão umbilical crio-preservadas num banco privado português realizou-se em Fevereiro e permitiu salvar a vida de uma criança de 14 meses.
Alfama venceu pelo terceiro ano consecutivo o desfile das marchas populares. Milhares de pessoas invadiram a Avenida da Liberdade, em Lisboa, para festejar a noite de Santo António.
Mais de mil e trezentas mulheres grávidas entraram para o Guinness ao participar, em Oeiras, na maior concentração mundial de grávidas, uma iniciativa destinada a colocar o problema da baixa natalidade portuguesa na agenda mediática e política.
No desporto, Berardo lança OPA sobre capital da Benfica SAD, cuja maioria é detida pelo clube. O Caso Apito Dourado volta à ribalta com novas acusações a Pinto da Costa.
Vitor Baía anuncia fim da carreira e futuro como dirigente do FC Porto.
Clubes preparam a próxima liga de futebol, anunciam-se contratações e saídas.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais