Divórcios aumentam 56%

placeholderSegundo dados revelados recentemente pelo INE, o número de divórcios ocorridos durante os primeiros 9 meses de 2002 cresceu 55.9% face ao mesmo período do ano anterior. Entretanto, o número de casamentos diminuiu, tal como o número de nados-vidos. Já o número de óbitos foi maior este ano do que no anterior, dando assim um valor de crescimento natural da população inferior ao do ano transacto.

Estes dados indicam que o crescimento da população está a desacelerar. Entre Janeiro e Setembro de 2002 houve menos 1.5% de nascimentos do que no mesmo período de 2001 e os óbitos aumentaram 3.2% em relação a essa data.

Entre Janeiro e Setembro de 2002 o número de nados-vivos de mães residentes em Portugal situou-se nos 84400, decrescendo em 1.5% em relação ao mesmo período do ano anterior. O número de óbitos de residentes ocorridos no mesmo período foi de 79548, mais 3.2% em relação ao período homólogo de 2001.

O crescimento natural da população residente registou um valor positivo de 4852, mas foi inferior ao verificado no mesmo período do ano anterior (8562). Por regiões, o crescimento natural registou valores negativos no Centro (-3133), Alentejo (-2330) e Algarve (-373), e positivos no Norte (7239), Lisboa e Vale do Tejo (2997), Região Autónoma dos Açores (245) e Região Autónoma da Madeira (255).

Para o mesmo período, o número de casamentos celebrados situou-se nos 45005 (menos 3.5% do que em 2001). Já o número de casamentos dissolvidos por divórcio aumentou 55.9% face a igual período do ano anterior, tendo-se registado este ano um total de 20450 divórcios.

placeholder



Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais