Anjo Selvagem – o balanço

Em Fevereiro, chegou ao fim a novela Anjo Selvagem. Ao longo de quase ano e meio, os portugueses assistiram às venturas e desventuras dos protagonistas desta ficção portuguesa. Foram mais de seiscentos episódios emitidos pela TVI. A Marktest.com Notícias faz agora um balanço dos resultados obtidos por este programa com dados da MediaMonitor.

Ao longo das suas 603 emissões, o Anjo Selvagem conseguiu 13.6% de audiência média e um share de 42.3%, o que constituem indicadores bastante positivos.

O melhor momento do programa foi a 14 de Março de 2002, quando atingiu 24.4% de audiência média, no seu episódio 272. Pelo contrário, o pior momento registou-se já este ano, a 4 de Janeiro, quando a novela obteve 4.2% de audiência média e exibiu o seu episódio 561. Nesse dia, o melhor programa foi um jogo de Futebol, emitido na RTP1.

A emissão de estreia, a 2 de Setembro de 2001, registou 16.6% de audiência média e 54.7% de share e na emissão de despedida, a 25 de Fevereiro de 2003, programa obteve 18.1% de audiência média e 44.5% de share.

O gráfico permite analisar o comportamento diário da audiência do programa.

A novela da TVI foi ainda protagonista de “negócios” na ordem dos 174,6 milhões de euros a preços de tabela, repartidos por 32991 inserções publicitárias.

A L’Oreal e a Leverelida foram os anunciantes que mais apostaram neste programa, tendo investido 6,9 e 6,7 milhões de euros, respectivamente.

A Euro RSCG foi a agência responsável pela maior fatia dos investimentos, garantindo 11.3% do total num valor de cerca de 19,7 milhões de euros a preços de tabela.

A Danone, com 5 milhões de euros, e a Garnier, com 3,6 milhões de euros, foram as marcas que mais investiram em publicidade associada ao programa.

A evolução mensal da publicidade inserida junto ao Anjo Selvagem está expressa no gráfico, onde se regista uma quebra acentuada a partir de Agosto de 2002.

A análise tem como base indicadores da MediaMonitor.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais

  • Portugal Smart Cities Summit

    Esta exposição tecnológica (que tem o apoio institucional do Ministério da Economia, do Ministério do Ambiente e do Ministério da Ciência e Tecnologia, bem como do Secretário de Estado da Energia), conta com a participação de Municípios, Startups, PMEs e Universidades.

    22 a 24 de setembro de 2020

    Fundação AIP

    FIL, Parque das Nações, Lisboa

    elisabete.martins@ccl.fil.pt

  • ONSeries Lisboa

    Nesta mostra de conteúdos televisivos de ficção nacional, estarão presentes potenciais compradores de todo o mundo.

    28 e 29 de setembro de 2020

    Inside Content

    Centro Cultural de Belém, Lisboa