Usar automóvel nas deslocações diárias

Grupo Marktest,  9 fevereiro 2005

Quase metade dos residentes no Continente com 15 e mais anos usam automóvel nas suas deslocações diárias, de acordo com os resultados do estudo Consumidor 2004, da Marktest.

O Consumidor contabiliza no Continente 3 786 mil indivíduos que costumam utilizar automóvel nas suas deslocações diárias, um número que corresponde a 45.6% do universo estudado.

Este valor sobe para os 50.0% no Litoral Norte, para os 56.7% entre os homens, os 68.4% entre os indivíduos com idades compreendidas entre os 25 e os 34 anos, os 64.6% entre os pertencentes às classes sociais alta e média alta e os 77.1% entre os quadros médios e superiores.

No perfil dos indivíduos que costumam usar diariamente este meio de transporte encontramos mais homens do que mulheres (59.4% e 40.6%, respectivamente). Os residentes fora das regiões da Grande Lisboa e Grande Porto representam 71.4% do total de utilizadores deste meio. Mais de metade deles, 50.5%, tem entre 25 e 44 anos, 55.6% pertence às classes alta, média alta e média e 39.6% tem ocupação de quadro médio e superior ou trabalhador qualificado.

De acordo com os resultados do estudo Brand Index 2004 da Marktest, vemos como estes indivíduos apresentam maior afinidade com marcas como a Audi, nos automóveis, a Oni/Oninet, nos fornecedores de acesso à Internet, a Cutty Sark, nos whiskies, ou a Gillette, nos desodorizantes - marcas que consomem acima da média do universo. Pelo contrário, com marcas como a Sveltesse/Linha Zero, nos iogurtes magros, a Fanta, nos sumos sem gás, a Ultra Suave, nos champôs, ou a Omo, nos detergentes de roupa para a máquina, observam taxas de consumo abaixo da média do universo.

Esta análise foi realizada com base nos resultados dos estudos Consumidor 2004 e Brand Index 2004 da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Notícias da mesma semana

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais