Expectativa segue em alta

Grupo Marktest,  31 março 2005

Através da análise do Barómetro Político Marktest/DN/TSF, verifica-se que o Índice de Expectativa (indicador recolhido pela Marktest) manteve o seu percurso ascendente atingindo ao fim de 6 meses valores acima de 50 - no último mês chegou a 57.6.

Entre os inquiridos do sexo feminino manteve-se a característica habitual: mais pessimistas comparativamente à masculina (56.9 para as primeiras e 58.3 para os segundos).

A população mais jovem, (18 aos 34 anos) foi mais optimista, ultrapassando os 60 pontos (62.3). Já a população com mais de 35 anos manteve-se próxima do valor geral (55.6 entre os 35 e os 54 anos e 54.8 com mais de 55 anos).

Analisando os dados segundo a intenção de voto, estes reflectem os próprios resultados das eleições legislativas de Fevereiro último.

Entre a população cuja intenção de voto é PSD, observa-se uma quebra do índice de expectativa, regressando a valores abaixo de 50 (48.9). Entre os eleitores PS, o percurso ascendente da expectativa fez com este índice chegasse a Março com 72.8 pontos (o valor mais próximo do optimismo acentuado - 75 pontos).

É ainda de salientar que este é o valor mais elevado entre a população cuja intenção de voto é PS. Entre os eleitores PSD, o índice de expectativa chegou a 74.7, em Julho de 2004.

Nas regiões Marktest, salientam-se as subidas mais expressivas ocorridas no Grande Porto e Litoral Norte (de 43.6 para 56.3 entre Fevereiro e Março e de 52 para 66.4, no mesmo período, respectivamente). Esta última região foi a que atingiu o valor de expectativa mais elevado.

As regiões do Sul e Litoral Centro foram as menos optimistas, com valores abaixo de 55 (52 e 52.4, respectivamente.)





O Índice de Expectativa resulta do Barómetro Político Marktest/DN/TSF que é realizado regularmente junto dos residentes no Continente com 18 e mais anos. Consulte a Ficha Metodológica deste Barómetro ou contacte-nos para mais informações sobre este assunto.











Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais