Consumir whisky
Grupo Marktest, 29 março 2005

placeholder São um milhão e meio os portugueses que costumam consumir whisky, de acordo com os resultados do estudo Consumidor 2004 da Marktest.

São 1 505 mil os residentes no Continente com 15 e mais anos que costumam consumir whisky, o que representa 18.1% do universo em estudo pelo Consumidor.

O sexo é a variável mais descriminante no consumo deste produto, que apresenta uma taxa de consumo de 32.2% nos homens e de 5.2% nas mulheres.

Regionalmente, o consumo de whisky é maior junto dos residentes no Grande Porto, com 21.9%, e na Grande Lisboa, com 23.1%. Por idades, é entre os 35 e os 54 anos que encontramos valores mais elevados: 24.1% dos que têm entre 35 e 44 anos são consumidores de whisky, tal como 23.4% dos que têm entre 45 e 54 anos.

Por classes sociais, a penetração é maior junto das classes alta e média alta, onde 27.8% consome o produto. Por ocupação, destacam-se os quadros médios e superiores, pois 34.1% consome whisky.

Numa análise do perfil sócio-demográfico dos consumidores deste produto, vemos que 43.6% deles residem nas regiões da Grande Lisboa ou do Litoral Norte, 84.9% são homens, 67.4% têm mais de 34 anos, 56.6% pertencem às classes sociais alta, média alta ou média e 41.4% têm ocupação de trabalhadores qualificados ou quadros médios e superiores.

placeholder

De acordo com os elementos do estudo Brand Index 2004 da Marktest, vemos que os consumidores de whisky têm uma afinidade elevada com todas as marcas de whisky, especialmente com a Chivas Regal, Logan e J&B. Registam igualmente uma grande afinidade com marcas como a Cabovisão/Netvisão, nos fornecedores de acesso à Internet, a Carlsberg, nas cervejas, a Denim, nos desodorizantes, ou a Decathlon, nas grandes superfícies comerciais - marcas com as quais apresentam índices de consumo acima da média.

Pelo contrário, apresentam menor afinidade com marcas como a Mimosa, nos iogurtes, a Estrelitas, nos cereais, a Joi, nos refrigerantes sem gás, ou a Ultra Suave, nos champôs - marcas de que registam índices de consumo abaixo da média do universo.

Esta análise foi realizada com base nos resultados dos estudos Consumidor 2004 e Brand Index 2004 da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Alguns produtos relacionados com esta notícia

placeholder

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais